Gestão

Como superar a burocracia para venda de produtos no e-commerce? 5 estratégias para obter bons resultados!

Publicado em 15 de outubro de 2021 por Redação Zoop
Avalie este post

Saber como diminuir, ou até mesmo eliminar, a burocracia para venda de produtos no e-commerce tem impacto direto em uma das métricas mais importantes para empresas desse setor: a taxa de conversão

Isso mesmo! Varejistas desse segmento precisam ter em mente que, nem sempre, bons produtos e preços abaixo dos praticados pelos concorrentes são suficientes para induzir o consumidor a finalizar a compra.

Durante esse trajeto, muitos detalhes refletem na experiência de compra e, os negativos, tendem a levar o potencial cliente a desistir da aquisição.

Um estudo realizado pelo Facebook, e divulgado no site Exame, revelou vários pontos de atritos que podem fomentar esse resultado.

Por exemplo, segundo o levantamento, 48% das pessoas desistem de comprar online se tiverem dificuldades para preencher dados relacionados ao pagamento

Além desse motivo, também foram citados: insegurança com a plataforma de pagamento oferecida (71%); atrasos ou falhas nas transações (59%); falta do produto no estoque (54%) e indisponibilidade do meio de pagamento escolhido (54%).

Ou seja, realmente é preciso ir mais a fundo e aprimorar o máximo possível todos os pontos de contato com os clientes se realmente quiser fechar a venda.

Pensando nisso, trouxemos 5 estratégias que você pode aplicar no seu negócio para superar a burocracia para venda de produtos no e-commerce e, com isso, elevar o seu faturamento.

Continue a leitura deste artigo e confira agora quais são essas abordagens!

5 maneiras de diminuir a burocracia para venda de produtos no e-commerce

O comércio eletrônico bateu recorde de vendas no primeiro semestre de 2021 e, com isso, atingiu mais de R$ 53 bilhões em faturamento.

Essa quantia representa 31% a mais do que o faturado no mesmo período do ano anterior, de acordo com a 44ª edição do Webshoppers, pesquisa realizada pela Ebit | Nielsen, que foi parcialmente divulgada no site E-commerce Brasil.

Ainda que sejam números bastante animadores, nem todas as empresas do setor seguem esse mesmo ritmo de crescimento, especialmente as menores ou as que estão no início das suas atividades.

Como mencionado, a burocracia para venda de produtos no e-commerce tende a ser um dos pontos que impactam negativamente no volume de conversões, o qual, consequentemente, afeta a lucratividade do negócio.

Entre as melhores estratégias que você pode adotar para desburocratizar as suas vendas virtuais e converter mais estão:

  • revise os seus processos;
  • facilite a etapa de cadastro dos clientes;
  • aprimore os seus meios de pagamento;
  • otimize a consulta de dados de fornecedores e clientes;
  • automatize a emissão das suas notas fiscais.

Reduzindo a burocracia no e-commerce na prática!

Revise os seus processos

O primeiro passo para reduzir a burocracia para venda de produtos no e-commerce é revisar os seus processos. 

Essa etapa tem como objetivo identificar quais são os maiores pontos de atrito entre o interesse do comprador e o que a sua loja online está oferecendo. Para isso, deve-se contemplar desde a descrição do item no site até o atendimento pós-venda.

Aqui, é bem importante avaliar também custos, taxa, logística de entrega, política de troca e devolução, canais de comunicação, entre outros processos que podem ser simplificados e otimizados.

Facilite a etapa de cadastro dos clientes

Muitos gestores de comércio eletrônico ainda veem a etapa de cadastro do cliente como a principal ferramenta para captar dados que podem ser trabalhados posteriormente em ações de marketing. Por esse motivo, criam formulários extensos, com inúmeros dados a serem preenchidos.

De fato, essa é uma boa oportunidade de obter essas informações, no entanto, cadastros muito longos costumam ser vistos pelos potenciais compradores como um obstáculo na sua jornada de compra.

Por isso, para diminuir a burocracia no e-commerce e elevar o volume de vendas, é importante que sejam solicitados apenas os dados que são estritamente necessários para a conclusão do processo.

Uma vez que o cliente esteja na base, outras abordagens podem ser utilizadas posteriormente para conseguir mais informações sobre o comprador.

Aprimore os seus meios de pagamento

Como revelado pela pesquisa do Facebook, citada no início deste artigo, os meios de pagamento estão entre os principais motivos que levam um consumidor a desistir da compra online.

Há duas boas maneiras de evitar que esse também seja um obstáculo para as suas conversões. 

Uma delas é a oferta de diferentes métodos de pagamento, incluindo desde os tradicionais, como boleto bancário, cartão de crédito e de débito, e os mais atuais e modernos, como QR Code, Pix e carteiras digitais.

A segunda consiste em contar com bons integradores de meios de pagamento, que são as empresas responsáveis por fazer a intermediação desse processo entre o comércio eletrônico, as operadoras de cartão e os bancos.

Otimize a consulta de dados de fornecedores e clientes

Otimizar a consulta de dados de fornecedores e clientes é outra forma de diminuir a burocracia para venda de produtos no e-commerce.

Essa etapa é essencial para evitar que o seu negócio seja alvo de fraudes, tais como os relacionados ao uso de número de documentos inexistentes, falsos, e/ou cancelados.

Para isso, utilizar APIs de consulta de CNPJ e CPF integrados aos seus sistemas torna essa tarefa muito mais rápida, dinâmica, precisa e livre de falhas. 

Automatize a emissão das suas notas fiscais

Cada venda está vinculada à emissão de uma nota fiscal, certo? Inclusive, a demora na geração desse documento pode impactar no tempo de envio da mercadoria ao cliente e, com isso, comprometer o seu relacionamento com a marca.

Por isso, a última dica de como diminuir a burocracia para venda de produtos no e-commerce é automatizar essa etapa.

Ao emitir nota fiscal automaticamente você ganha tempo, produtividade, evita falhas e esquecimentos, a contribui para a escalabilidade do seu negócio.

Como você pôde ver, existem diferentes estratégias que podem ser adotadas para reduzir a burocracia no e-commerce e potencializar as vendas.

Na hora de colocá-las em prática, pense na otimização da sua rotina, mas, também, no perfil do seu público-alvo, suas necessidades e expectativas. Dessa forma, as chances de essas abordagens trazerem os resultados desejados são ainda maiores.

Este artigo foi escrito por Gabriel Marquez, empreendedor e fundador da NFe.io, sistema de emissão de nota fiscal.

Avalie este post
Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo