Banking

O que é banking White Label? Por que essa solução é um importante diferencial competitivo para a sua empresa?

Publicado em 17 de setembro de 2020 por Redação Zoop

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

Saber o que é banking White Label é uma maneira de gerar uma nova fonte de receita para a sua empresa e, ao mesmo tempo, entregar mais valor aos seus clientes.

Isso porque o banking White Label é uma plataforma que centraliza diferentes produtos e serviços financeiros, permitindo que qualquer empresa passe a trabalhar com essas soluções, mesmo que esse não seja o seu core business.

Mas por que você deveria entrar para o mercado financeiro se esse não é o foco do seu negócio? Os motivos são inúmeros!

Um que podemos destacar é que entregar aos seus parceiros de negócios soluções financeiras pontuais às suas necessidades é uma maneira de elevar sua taxa de retenção e de atrair novos clientes.

Agregar produtos financeiros à sua empresa, e com a sua marca, também é uma forma de aumentar seu portfólio de serviços, sem que seja preciso deixar de lado o propósito principal do seu negócio.

Só para você ter uma ideia, diversas empresas já estão seguindo esse caminho e aumentando seu rendimento e poder competitivo.

Grandes marcas como Uber e iFood são bons exemplos de entrega de produtos financeiros por empresas que não fazem parte desse mercado.

Mas como fazer isso? A maneira mais fácil, rápida e segura é utilizando soluções como o banking White Label. Entenda melhor como funciona.

O que é banking White Label?

O primeiro passo para saber o que é banking White Label é entender que essa ferramenta faz parte do conceito Banking as a Service.

Banking as a Service, ou BaaS, é uma forma que as empresas têm, independentemente do ramo de atuação, de entregarem aos seus clientes produtos e serviços financeiros.

Assim, banking White Label é uma plataforma que permite que diferentes negócios criem soluções financeiras personalizadas à necessidade do seu público e com a sua própria marca.

Para que compreenda ainda melhor o que é banking White Label e o conceito Banking as a Service, vamos utilizar um exemplo.

Imagine um varejista de roupa feminina. A empresa percebe que boa parte do seu público realiza o pagamento das compras em dinheiro. Entre os diversos motivos que levam a isso, um deles é que esses consumidores não têm conta em banco.

Identificando essa “brecha” no sistema financeiro e a oportunidade de gerar um novo negócio, o varejista cria uma conta digital com a marca da loja e passa a oferecer aos seus clientes esse serviço e também cartão de débito e de crédito.

Para entregar essas soluções que vão resolver as dores dos clientes, a empresa utiliza uma plataforma banking White Label.

Quais as vantagens do banking White Label?

Agora que você sabe melhor o que é banking White Label, já deve ter percebido que essa ferramenta é um importante caminho de inovação para o varejo.

Além de contribuir para a transformação digital nas empresas, essa solução permite que esses negócios resolvam as necessidades dos seus clientes de forma mais pontual e precisa, e com a própria marca.

Ou seja, se um negócio pretende oferecer cartões de crédito, por exemplo, é o nome da empresa que estará estampado neles, não do desenvolvedor que fornece a tecnologia.

Isso eleva a confiança que o público tem na marca, além de aumentar seu poder competitivo no mercado em que atua.

Demais benefícios do banking White Label

Como sugerido no exemplo que usamos anteriormente, trabalhar com uma plataforma banking White Label para entregar produtos e serviços financeiros permite que a empresa atenda também ao público desbancarizado.

Pesquisas apontam que 1 a cada 3 brasileiros não tem conta em banco. No entanto, esse mesmo público é responsável por movimentar, aproximadamente, R$ 817 bilhões por ano.

A burocracia imposta pelos bancos tradicionais dificulta o acesso aos serviços bancários. Porém, a chegada das fintechs e de soluções como o banking White Label estão mudando esse cenário.

Assim, outra vantagem do BaaS é poder atender a esse grupo, atraindo-o para o seu negócio e, consequentemente, aumentando seu faturamento.

No entanto, é importante destacar que mesmo as pessoas que têm conta em banco tendem a se sentirem atraídas por empresas que oferecem soluções financeiras mais democráticas e menos burocráticas.

Um levantamento mostrou que os clientes dos bancos tradicionais não estão muito satisfeitos com os serviços que têm recebido: apenas 4 entre 10 se mostram dessa forma. Por outro lado, quando a análise é feita com clientes de fintechs, esse número sobe para 7 entre 10.

Parte disso se deve ao fato de que essas instituições financeiras oferecem soluções mais abrangentes, fáceis de serem adquiridas e ao alcance de todos.

Além dessas, veja outras vantagens que o uso de uma plataforma banking White Label pode trazer para o seu negócio:

  • acréscimo de novos produtos e serviços ao seu portfólio, contribuindo para atrair novos parceiros de negócios;
  • contar com um banco digital próprio para suas transações financeiras, reduzindo custos e otimizando sua gestão;
  • se destacar dos concorrentes, oferecendo soluções bancárias que as outras marcas não oferecem;
  • participação do processo de digitalização do dinheiro.

 

Entenda mais sobre os impactos da digitalização do dinheiro ouvindo este podcast do Papo na Nuvem

Há desafios no uso do banking White Label?

Considerando que o conceito do que é banking White Label ficou mais claro, bem como suas principais vantagens, talvez você deva estar pensando quais desafios vai enfrentar para implementar essa solução à sua empresa, certo?

Para respondermos a essa questão, vamos primeiro explicar como funciona uma plataforma banking White Label.

As aplicações do BaaS são integradas por meio de APIs, Application Programing Interface, que são conjuntos de instruções de programação que permitem que dois ambientes virtuais se comuniquem.

Essa ferramenta permite que a empresa interessada possa oferecer produtos e serviços financeiros sem precisar se preocupar com regulamentações e homologações. Isso é possível pois toda a parte burocrática do processo já foi resolvida e é de responsabilidade do desenvolvedor das APIs.

Além disso, é possível escolher apenas as soluções que realmente sejam relevantes para o seu negócio, pois o Banking as a Service é modular. Por exemplo, se seu interesse for apenas oferecer cartão de débito, basta adquirir somente essa API.

Sabendo de todos esses apontamentos, talvez o único desafio das empresas interessadas no BaaS seja encontrar parceiros que trabalhem com os serviços que pretendem integrar ao negócio e, principalmente, que utilizem tecnologias seguras e confiáveis.

Mas em todos esses pontos a Zoop pode lhe ajudar!

O que é preciso para ter sua própria plataforma banking White Label?

A Zoop é uma fintech líder em tecnologia para serviços financeiros.

Nossas soluções foram criadas para que empresas de qualquer segmento, que tenham em sua base outros estabelecimentos comerciais e vendedores, se tornem também instituições de pagamento.

O que é a Zoop? Conheça tudo sobre a fintech líder em tecnologia para serviços financeiros

 

Nossa plataforma White Label permite que nossos parceiros explorem a nossa tecnologia e criem produtos financeiros com suas próprias marcas.

Totalmente livre de questões regulatórias e de custos gerados para desenvolvimento, em pouco tempo sua empresa passa a trabalhar como banking, conta digital, splits de pagamento, captura para pagamentos presenciais (maquininhas), boletos e muitas outras soluções sem deixar o foco principal do seu negócio.

Que tal gerar mais valor aos seus clientes e, ao mesmo tempo, ter uma nova fonte de receita? Converse agora com um especialista da Zoop e descubra como!

Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo