Gestão

4 dicas para melhorar o gerenciamento financeiro da sua empresa

Publicado em 18 de março de 2022 por Redação Zoop
5/5 - (1 vote)

O sucesso de todo negócio depende de alguns fatores que vão além da boa performance comercial, e, sem dúvida nenhuma, ter um bom gerenciamento financeiro é um deles. 

A empresa pode ser micro, pequena ou grande: não importa! Ter total controle sobre o que entra e sai de dinheiro e quais são os recursos disponíveis para gerir o operacional e fazer planejamento estratégico à longo é fundamental.

É comum vermos, por exemplo, muitas companhias que, mesmo com uma boa taxa de conversão em vendas, apresentam problemas financeiros e com dificuldades de seguir em frente.

Para se ter uma ideia, segundo estatísticas da Small Business Administration, 50% dos pequenos negócios nos Estados Unidos chegaram aos cinco anos de atuação no mercado, enquanto apenas 33% atingiu a marca dos dez anos. A empresa revela que a tendência global é muito similar em números.

Já um estudo da OECD informa que o baixo conhecimento de finanças e a falta de disciplina na gestão do dinheiro são as principais causas por trás dessas pequenas empresas durarem tão pouco tempo no mercado.

Diante desse quadro, preparamos esse conteúdo especial com quatro dicas para aprimorar o gerenciamento financeiro de uma empresa. Ficou curioso? Confira o conteúdo até o final!

4 dicas para aprimorar o gerenciamento financeiro 

1. Aprenda termos valiosos

Quem deseja aprender como organizar o setor financeiro de uma empresa precisa se habituar a algumas nomenclaturas e termos técnicos que fazem parte do dia a dia do negócio. 

Essas definições são importantes para que o gestor consiga simplificar o processo e prestar atenção em etapas e elementos mais cruciais para o bom gerenciamento financeiro.

Dentre os termos mais essenciais, podemos citar:

  • Capital de giro: representa os recursos financeiros de alta liquidez (isto é, acessíveis a qualquer hora) para que a empresa consiga cumprir com seus compromissos diários e mantenha o operacional em funcionamento.
  • Fluxo de caixa: representa o montante de dinheiro recebido no caixa ou gasto dessa fonte durante um intervalo de tempo específico ou um projeto. Ele é um instrumento de controle para entradas e saídas de capital para que não falte dinheiro para o desempenho operacional no futuro.
  • Ativo: representa as posses da empresa, desde as tangíveis, como os espaços físicos, equipamento e dinheiro, até os intangíveis, que representam o valor da marca, patentes e direitos autorais. 
  • Passivo: dívidas e despesas que devem ser pagas em intervalos de tempo mais curtos.
  • Faturamento: consiste em toda a receita financeira que uma empresa teve em um intervalo de tempo específico. Como ele não é calculado em função das despesas, não se deve confundi-lo com o lucro.
  • Balanço Patrimonial: quadro geral e resumido da situação financeira da empresa onde estão listados seus ativos, passivos e patrimônio líquido.

 

2. Identifique erros e acertos na estrutura operacional

Um bom gerenciamento financeiro é sinônimo de otimização e boa utilização dos recursos disponíveis. Isso é, o gestor deve conhecer bem o desenho da sua estrutura organizacional e monitorar resultados.

Assim, é possível apontar quais setores estão menos eficientes e atrapalhando o lucro do negócio como um todo. 

  • Será que os equipamentos de produção estão obsoletos? 
  • Estamos carentes da contratação de mais colaboradores?
  • Como anda o posicionamento da marca na internet?
  • A gestão fiscal está sendo bem feita e não atrapalha o fechamento de negócio? 

Fazendo essas perguntas e buscando as respostas certas, o gestor tem todo um raio-x da performance empresarial e assim pode começar a fazer seu planejamento financeiro com mais critério e alocando recursos no lugar certo.

3. Faça um planejamento financeiro

O planejamento financeiro é como um mapa que vai fazer seu negócio sempre andar nos trilhos caso seja seguido com disciplina. 

Além disso, esse documento se mostra importante como um instrumento de previsibilidade a longo prazo. Afinal, toda empresa, não importa o tamanho, está inserida em uma conjuntura que prevê altos e baixos no período de um ano.

Há os períodos de vacas magras, como também os momentos de vendas mais aquecidas em que a receita é disparada (como acontece na Black Friday). Dessa forma, um bom planejamento financeiro se antecipa a cada uma dessas épocas e define um plano de ação de acordo com os recursos disponíveis e a previsão de receita.

Assim, a empresa garante a saúde financeira no curto, médio e longo prazo, permitindo que o dinheiro seja bem aplicado e esteja disponível sempre que preciso.

No final das contas, aprimora-se a eficiência como um todo, a gestão consciente de recursos e um processo de tomada de decisão mais assertivo e eficaz por parte dos líderes.

4. Invista em ferramentas de otimização

A quarta e última dica de como fazer a administração financeira de uma empresa é utilizar as tecnologias e ferramentas inovadoras a seu favor. Afinal, cada vez mais se comprova que insistir em práticas e equipamentos obsoletos privam seu negócio de um diferencial competitivo para se destacar no mercado.

>>> Veja como pagamentos podem ser um diferencial competitivo para seu negócio:

Por exemplo, a forma como você lida com seus meios de pagamento e como eles são convertidos em receita é muito importante para o gerenciamento financeiro. 

Especialmente em tempos de transformação digital, saber gerir suas de forma organizada, ágil e com economia de custos impactam diretamente na sua performance comercial e organização do seu dinheiro.

Diante desses desafios, a Zoop possui ferramentas que oferecem uma estrutura de pagamentos digitais e presenciais com diversas soluções de cobranças que liquidam as transações na sua conta sem custos adicionais!

Além disso, com uma plataforma como o Online Payments, por exemplo, é possível conferir análises em tempo real de kpis de performance e gerenciamento de pagamentos para que você tenha controle sobre toda sua receita comercial.

A Zoop é uma fintech líder em tecnologia para serviços financeiros. Converse agora mesmo com um dos nossos especialistas e conheça as melhores soluções para gerenciamento financeiro de pagamentos.

5/5 - (1 vote)
Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo