Gestão

Onboarding digital: o que é e como fazer na sua empresa?

Publicado em 14 de julho de 2021 por Redação Zoop
5/5 - (1 vote)

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

Onboarding digital pode ser definido como um processo de integração de novos clientes para que possam ter um conhecimento mais amplo das soluções oferecidas pela empresa com a qual acabaram de fechar contrato.

O termo onboarding se tornou mais conhecido devido à pandemia do coronavírus. Isso porque ele está sendo utilizado pelas companhias como forma de recepcionar novos funcionários, visto que, neste momento, é indicado realizar esse processo presencialmente.

No entanto, o mesmo conceito é válido e pode ser aplicado por negócios que querem receber novos clientes e parceiros de uma maneira mais pontual e, com isso, gerar mais valor para a sua jornada.

O que poucos sabem é que o onboarding digital não é apenas uma forma de recepcionar bem quem está fechando a primeira parceria com uma empresa, mas também é um meio de reduzir as taxas de churn e de elevar as de retenção.

Se essa estratégia lhe interessou, continue a leitura deste artigo e confira o que é onboarding digital, quais benefícios trazem para o seu negócio e para os seus clientes e como implementá-lo.

O que é onboarding digital?

Em inglês a palavra onboarding significa “embarcar”. Com isso, é possível definir onboarding digital como uma série de ações que permitem ao seu novo cliente “mergulhar”, ou “imergir”, nas soluções oferecidas por sua empresa, porém, remotamente.

A ideia por trás do onboarding digital é fazer tudo isso virtualmente, utilizando diferentes ferramentas tecnológicas que permitam esse processo.

Obviamente, dependendo do modelo de negócio e do tipo de serviço oferecido, reuniões virtuais são válidas e extremamente necessárias.

Porém, quando trazemos esse conceito para empresas de serviços financeiros, é preciso pensar na escalabilidade para garantir uma imersão igual a todos os clientes.

Não deixe de ler: “Negócio escalável: o que é? Qual a importância da escalabilidade? Como tornar sua empresa escalável?

Como fazer onboarding digital em negócios do setor financeiro?

De fato, o onboarding digital não é algo novo no mercado financeiro. Por exemplo, muitos bancos e fintechs, quando o cliente acessa pela primeira vez seus aplicativos ou plataformas, disponibilizam telas com orientações (a exemplo das pop ups) de como utilizarem as soluções e ferramentas.

Isso acontece porque a proposta desse conceito é justamente orientar o usuário sobre qual caminho seguir para tirar o máximo proveito possível dos produtos e/ou serviços financeiros que acaba de contratar.

Porém, é preciso considerar que esse objetivo pode ser um desafio para que negócios que estão iniciando a sua trajetória nesse setor e se tornando agora empresas fintechs.  

Se esse também é o seu caso, temos 3 dicas de como fazer onboarding digital, que são:

  • considere a jornada do seu cliente;
  • encontre diferentes maneiras de melhorar a experiência do usuário;
  • analise a possibilidade de fechar parceria com outras fintechs.

Considere a jornada do seu cliente

A jornada do seu cliente deve ser a base para a criação do seu processo de onboarding digital, bem como o foco de toda a sua estratégia.

Por isso, o primeiro passo precisa ser a identificação das necessidades do seu público e o que eles esperam receber da sua empresa.

Uma forma de fazer um bom “embarque” de novos clientes é olhar para a trajetória seguida por clientes antigos. Quais foram os pontos positivos? Quais geraram impacto na utilização dos produtos e/ou serviços?

Com base nessas informações é possível criar estratégias de integração muito mais sólidas e satisfatórias.

Porém, caso ainda não tenha clientes anteriores ao onboarding digital para se basear, a dica é considerar o perfil dos seus usuários e fazer uma boa análise da sua oferta, relacionando os dois critérios e verificando quais situações podem gerar mais atritos ou dificuldades de uso.

Com isso, é possível criar ações para minimizar essas questões, lembrando sempre de verificar a necessidade de ajustes e de aprimoramento constantemente.

Encontre diferentes maneiras de melhorar a experiência do usuário

A principal proposta do onboarding digital é justamente melhorar a experiência do cliente. Por isso, depois de considerar a sua jornada, é bem interessante identificar o que pode ser feito para que os usuários dos seus produtos e serviços financeiros realmente alcancem o sucesso.

Aqui, vale destacar que sucesso do cliente, ou Customer Success, é quando um cliente atinge o máximo de resultado esperado com uma aquisição.

Em outras palavras, ele consegue suprir todas as suas necessidades e expectativas utilizando as soluções que a sua empresa oferece. 

Mas para isso, é essencial que ele conheça bem todas as funcionalidades da sua solução. Nesse ponto, o onboarding digital pode fazer uma grande diferença. 

Analise a possibilidade de fechar parceria com outras fintechs

Pode ser que, para entregar ao seu cliente um onboarding digital ainda mais completo e eficaz, seja preciso fechar parceria com outros tipos de fintechs.

O objetivo, no caso, é ter acesso a outras tecnologias e soluções que agreguem ainda mais valor à sua oferta e à jornada dos seus clientes.

Aproveite e ouça este episódio do Papo na Nuvem:

Qual a importância do onboarding digital?

Com base em tudo o que foi explicado até aqui, já dá para ter uma ideia da importância do onboarding digital para a sua empresa, concorda?

Mas se formos listar as vantagens que mais se destacam, temos:

  • eliminação de barreiras técnicas, visto que deixa mais clara para os clientes a maneira de utilizar as soluções adquiridas;
  • elevação das taxas de retenção de usuários, considerando que, ao descobrirem com usar ao máximo a sua oferta, descartam a possibilidade de migrarem para os seus concorrentes;
  • ajuda a sanar as principais dúvidas dos clientes, bem como apresentar funcionalidades e possibilidades que, talvez, ele não descobriria sem as devidas orientações;
  • estreitamento do relacionamento entre usuário e marca, pois a empresa se coloca em uma posição de comprometimento muito maior com o seu sucesso do cliente; 
  • aumento do nível de satisfação dos usuários, o que, consequentemente, diminui o número de reclamações e as taxas de churn.

 

Quer outras dicas de como o mundo digital pode ajudar o seu negócio? Então não deixe de ler o artigo “Tecnologia no comércio: o impacto das novas soluções e meios de pagamento para negócios físicos e digitais

5/5 - (1 vote)
Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo