Gestão

Previsão de faturamento: o que é, qual a importância e como fazer?

Publicado em 13 de abril de 2022 por Redação Zoop
Avalie este post

Previsão de faturamento é um processo de gestão financeira que visa identificar quanto de dinheiro pode entrar e sair de um negócio em um período futuro

Essa atividade é de suma importância, visto que ela contribui para que o gestor tenha uma percepção ampla e real de como está a empresa, especialmente por essa projeção ser feita com base nos dados gerados anteriormente pelo próprio empreendimento — ou seja, não há achismos ou suposições.

Existem diversos motivos pelos quais você também deve fazer a projeção de faturamento do seu empreendimento. Entre os que se destacam estão: acompanhar os gastos, garantir capital de giro e direcionar estratégias com foco no crescimento da companhia.

Ainda sobre a relevância dessa ferramenta de gestão, vale mencionar um dado do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, citado em uma reportagem do site Monitor Mercantil, o qual aponta que 48% das empresas fecham em até três anos decorrente de uma gestão ineficiente.

Uma coisa é certa, não importa se o seu negócio está chegando a esse tempo de funcionamento, ou se já tenha passado, certamente, você não quer que ele fracasse, não é mesmo?

Por conta disso, siga com a leitura deste artigo e confira como fazer uma previsão de faturamento eficaz em cinco passos, as vantagens desse processo e, ao final, dicas de como deixá-lo mais otimizado e simples de ser realizado.

O que é previsão de faturamento?

Assim como explicamos anteriormente, previsão de faturamento é uma atividade de gestão que tem por objetivo realizar a projeção de quanto uma empresa pode receber, e pagar, em um período futuro determinado.

Geralmente, essa análise é feita para estimar previamente movimentações financeiras que podem acontecer ao longo do ano seguinte — ou seja, por um intervalo de 12 meses. 

No entanto, isso não é necessariamente uma regra. Assim, o prazo de projeção de faturamento pode ser de acordo com o seu perfil de negócio e com a sua estratégia de crescimento.

Por que realizar a previsão de faturamento da sua empresa?

Existem diversas razões pelas quais você deve fazer a previsão de faturamento da sua empresa, especialmente se for um e-commerce

Quanto a esse formato de vendas, dados apresentados no nosso “Relatório de Tendências 2022” revelaram que o comércio eletrônico nacional bateu recorde de vendas no primeiro trimestre de 2021, período que resultou em R$ 53,4 bilhões vendidos.

Já o levantamento “The Global Payments Report 2021”, da Worldpay from FIS, estima que o e-commerce brasileiro fature US$ 56 bilhões até 2024 — US$ 34 bilhões pelos sites e US$ 22 bilhões pelos aplicativos.

Esses números ressaltam, portanto, a necessidade de os negócios desse setor se prepararem adequadamente e antecipadamente para o volume de vendas que está por vir

Mas, além desse motivo, há vários outros pelos quais a projeção de faturamento é importante — os quais também podem ser vistos como vantagens do uso dessa ferramenta.

Entre os que mais se destacam estão:

  • garantir capital de giro suficiente para manter o negócio funcionando, especialmente em períodos sazonais;
  • ajudar para que as despesas sejam pagas em dia, evitando a geração de dívidas para o negócio;
  • antecipar e minimizar os riscos financeiros pelos quais a companhia pode passar;
  • possibilitar a criação de reservas financeiras para cobrir eventualidades;
  • dar a chance de realizar investimentos, os quais podem, em médio e longo prazo, contribuir para o crescimento da empresa;
  • melhorar a organização das finanças, contribuindo para que nenhum ponto passe despercebido ou não seja devidamente tratado;
  • fazer uma comparação mais efetiva e realista das receitas e despesas do negócio; 
  • encontrar meios de reduzir custos, o que pode resultar em uma lucratividade mais expressiva;
  • ter um bom controle orçamentário;
  • gerar insights para tomadas de decisão mais estratégicas.

 

Dica de leitura: “Como superar a burocracia para venda de produtos no e-commerce? 5 estratégias para obter bons resultados!

Como fazer a previsão de faturamento?

A previsão de faturamento pode ser feita em cinco passos, que são:

  1. Escolha qual será o período de projeção de faturamento
  2. Levante todos os dados financeiros
  3. Avalie o seu fluxo de caixa
  4. Considere diferentes cenários
  5. Monitore os resultados

1. Escolha qual será o período de projeção de faturamento

Assim como dissemos logo no início deste artigo, o período de projeção financeira tende a ser de 12 meses. Porém, você pode considerar outros intervalos de acordo com o objetivo da sua estratégia.

O mais importante a ter em mente sobre essa definição é que o período a ser previsto deve ser o mesmo dos dados anteriores levantados

Em outras palavras, se a projeção é dos próximos seis meses — por exemplo, de janeiro a junho —, é preciso considerar os mesmos seis meses do ano anterior na hora de obter as informações que servirão de parâmetro.

Isso é importante porque alguns meses podem gerar mais ou menos vendas, de acordo com datas comemorativas e outros pontos de influência do varejo.

2. Levante todos os dados financeiros

O passo seguinte consiste em levantar todos os dados financeiros da empresa, isso inclui informações tais como:

  • histórico de vendas;
  • contas a pagar e a receber;
  • retorno sobre o investimento (ROI). 

 

Não deixe de fora o histórico de pagamentos recebidos pelos diferentes meios com os quais trabalha, a exemplo do cartão de crédito, boleto bancário e Pix. 

Esse levantamento é essencial para prever quanto o negócio pode faturar e até para identificar o método de pagamento preferido dos seus clientes.

Quanto a isso, contar com uma boa plataforma de pagamentos online pode ajudar na geração de relatórios e na gestão financeira da empresa.

3. Avalie o seu fluxo de caixa

A análise do fluxo de caixa é primordial para mensurar a liquidez do negócio. Com ele é possível verificar, com precisão, quanto de dinheiro está entrando e saindo do negócio e, dessa forma, ter um bom parâmetro de como pode ser o futuro financeiro da companhia.

Neste ponto, não deixe de incluir os gastos fixos (aluguel de espaço, salário dos funcionários, assinatura de sistemas de gestão, impostos, entre outros) e os variáveis (compra de novos equipamentos, ampliação da equipe para vendas sazonais etc).

4. Considere diferentes cenários

E por mais que o ano que está servindo de base para a projeção de faturamento tenha sido muito bom, isso não quer dizer que o próximo também será.

Lembre-se que se trata de uma projeção usada para preparar a sua empresa para cenários futuros. 

Por isso, é preciso considerar todas as possibilidades e trabalhar com, ao menos, três tipos de previsões: 

  • uma neutra;
  • uma otimista;
  • uma pessimista.

 

Assim, seja qual for a situação enfrentada, o orçamento do seu negócio estará preparado e as surpresas tendem a ser menos impactantes.

5. Monitore os resultados

E como outros indicadores do varejo, essa ferramenta de gestão também precisa ser monitorada. 

A ideia é acompanhar de perto se as previsões estão condizentes com a realidade. Isso permite ajustar a sua estratégia, bem como obter insights que podem contribuir para a sua empresa crescer.

Aproveite e leia também: ““Churn rate: o que é, como calcular e qual a importância para o seu negócio?

3 dicas extras de como tornar essa tarefa mais precisa!

Para finalizar, trouxemos três dicas extras que podem colaborar para tornar a sua projeção de faturamento mais precisa. São elas:

  1. Inclua absolutamente todos os gastos: por menores que possam parecer, a soma dos valores, ao longo de um determinado período, pode representar uma quantia bastante significativa para o orçamento da companhia.
  2. Considere todas as datas de recebimento futuras: tais como pagamentos recorrentes, compras parceladas no crédito e boletos a vencer, registrando a quantia que entrará nos meses respectivos.
  3. Use soluções que otimizem o levantamento dos dados: a exemplo da plataforma de pagamento online que citamos, pois isso evita erros comuns dos processos feitos manualmente.

 

Entenda tudo sobre esse tipo de sistema lendo o artigo: “Melhore a experiência da sua plataforma de pagamento online com a Zoop!

 

Avalie este post
Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo