Mercado

Futuro do e-commerce: como os meios de pagamento irão revolucionar as compras online!

Publicado em 26 de abril de 2021 por Redação Zoop

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

Cada vez mais, vemos notícias sobre o crescimento do comércio eletrônico. Uma pesquisa recente da Mastercard, por exemplo, apontou que, no Brasil, esse setor cresceu 75% em 2020.

Parte importante desse aumento é atribuída à pandemia do novo coronavírus que, por medidas de segurança, obrigou os comércios físicos a fecharem temporariamente para atendimento ao público.

No entanto, a migração de diversas empresas do varejo para o mundo online, a transformação digital nas empresas e o novo comportamento do consumidor indicam que as compras online tendem a permanecer em evidência mesmo com o fim da pandemia.

Por conta disso, as perguntas que ficam são: como será o futuro do e-commerce? O que as empresas precisam fazer para melhorar a experiência de compra dos seus clientes, aprimorar o relacionamento e, com isso, atender às suas expectativas?

Uma coisa é certa, os meios de pagamento oferecidos têm grande peso nesse processo. Quanto mais dinâmicos e seguros forem, mais fácil será a finalização da compra, o que contribui fortemente para aumentar as vendas.

Por isso, confira agora o que é esperado para o futuro do e-commerce quanto ao aprimoramento das experiências dos consumidores e soluções de pagamento online.

Como será o futuro do e-commerce?

O futuro do e-commerce está cercado de expectativas, e uma delas consiste em encontrar meios de manter o crescente volume de vendas, a exemplo do que vem acontecendo nos últimos meses.

Quando pensamos em uma estratégia para atingir esse objetivo uma série de detalhes estão envolvidos, mas todos direcionam os varejistas para um mesmo resultado: melhorar a experiência do cliente.

Para que o futuro do e-commerce seja promissor, o cliente deve ser o foco de todas as melhorias implementadas pelas empresas. Isso inclui questões como identificar as suas reais necessidades e tornar o seu processo de compra mais rápido.

Seguindo essa linha de raciocínio, algumas tendências são esperadas para o comércio eletrônico. As que mais se destacam são:

  • compras realizadas por diferentes canais;
  • análise mais profunda do comportamento do consumidor;
  • ampliação da oferta de contas digitais e de serviços financeiros;
  • novas opções de pagamento.

Compras realizadas por diferentes canais

Se as vendas online se iniciaram através dos sites das empresas, hoje, diversas outras plataformas já permitem que os clientes comprem os produtos que desejam de forma ainda mais fácil e rápida.

Os aplicativos para smartphones, por exemplo, estão ganhando cada vez mais espaço e as lojas de varejo estão investindo para lançar as suas próprias soluções.

No entanto, não basta mais ter um app próprio, o futuro do e-commerce pede os chamados “superaplicativos”. 

A ideia é que o cliente consiga realizar absolutamente todas as tarefas que precisa em um único lugar, isso inclui fazer suas compras, trocar mensagens, realizar pagamentos, e muito mais. Inclusive, esse pode se tornar um novo canal de marketplace para grandes redes varejistas que desejam expandir os seus negócios.

O Magazine Luiza é uma rede varejista que já está seguindo essa tendência. Denominado SuperApp Magalu, a ferramenta permite ao cliente comprar os mais variados itens, de eletrodomésticos a produtos de beleza, mas também realizar transações financeiras como transferência de valores entre contas e pagamentos de água, luz, telefone e outros.

Além dos aplicativos não podemos deixar de citar também as redes sociais, como o Instagram, que se tornou um importante canal de venda para empresas de variados segmentos.

Análise mais profunda do comportamento do consumidor

E como o foco é melhorar a experiência do cliente como um todo, o futuro do e-commerce não estará completo sem o uso da Inteligência Artificial para alcançar esse propósito.

Essa tecnologia ajuda a analisar de maneira mais precisa todos os dados gerados pelos clientes e, com isso, identificar padrões de comportamento.

Com essa análise, as empresas têm a chance de perceber quais são as atuais necessidades dos seus consumidores, e até se antecipar a elas e, assim, criar soluções compatíveis com essa realidade.

Dica! Não deixe de ouvir este podcast do Papo na Nuvem:

Ampliação da oferta de contas digitais e de serviços financeiros

Uma necessidade que, já nos dias de hoje, foi identificada pelo varejo, diz respeito à oferta de serviços financeiros personalizados e, quanto a isso, o setor tem grande vantagem sobre os bancos.

A proximidade com o público, o relacionamento de confiança e o alto volume de dados gerados dão ao segmento a oportunidade de criar e entregar aos clientes produtos e serviços financeiros que realmente agreguem valor à sua jornada.

No futuro do e-commerce, a oferta de contas digitais próprias e outros serviços financeiros como cartões de crédito, empréstimos, seguros e afins, tende a fazer parte natural desse mercado.

Esse é um tipo de produto financeiro que aumenta a credibilidade da marca, o seu poder competitivo, as taxas de fidelização e a lucratividade do negócio.

Aproveite e leia também: “Qual a importância dos serviços financeiros? Por que você deve agregá-los ao seu negócio?

Novas opções de pagamento

Quanto mais amplo for o seu leque de opções de pagamento, maiores serão as chances de converter uma venda.

Porém, o futuro do e-commerce chama a atenção para soluções novas, otimizadas e que acompanhe as preferências e o atual comportamento do cliente.

Mesmo que o cartão de crédito continue sendo o meio de pagamento preferido de 58% dos consumidores para compras online, segundo dados da Opinion Box, outras opções estão apontando crescimento.

As carteiras digitais já são utilizadas por 8% dos entrevistados, e a possibilidade de pagamento via WhatsApp, recentemente autorizada pelo Banco Central, foi apontada como grande probabilidade de uso por 25% dos consumidores que participaram dessa pesquisa.

O Pix no varejo é outro meio de pagamento com forte tendência de crescimento no futuro do e-commerce, especialmente com a chegada de novas ferramentas, como o Pix Cobrança, similar a um boleto bancário, e o Pix Garantido, um possível substituto ao cartão de crédito.

Dica de leitura: “As 7 maiores vantagens do Pix para empresas e clientes

Qual o impacto dos meios de pagamento no futuro do e-commerce?

Todo o processo de compra online finaliza com a efetivação do pagamento. Se essa etapa apresentar algum obstáculo ao cliente, seja a oferta de poucos meios de pagamento, demora no processamento do valor, sensação de insegurança, entre outros, a tendência é o cliente desistir da aquisição.

Leia também o nosso artigo “Como se adequar à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)? E confira os impactos na indústria de meios de pagamento?”

Vale lembrar que alguns dos motivos para o abandono de carrinho são justamente os relacionados ao pagamento, a exemplo dos que acabamos de citar.

Por isso, buscar a melhor plataforma de pagamento online faz toda a diferença no faturamento do comércio eletrônico.

 Se você ainda tem dúvidas de como escolher a mais adequada para o seu negócio, não deixe de ler o artigo: “Plataforma de pagamentos: como escolher a melhor? Não caia em furada!

Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo