Mercado

Crédito fumaça: como funciona a linha de crédito para empresas com garantia de recebíveis?

Publicado em 10 de junho de 2022 por Redação Zoop
Avalie este post

Se você tem uma empresa de pequeno/médio alcance, e já precisou pedir empréstimo, sabe como pode ser difícil ter acesso ao crédito. A boa notícia é que com o crédito fumaça, não precisa mais ser dessa forma. 

Você já ouviu falar em crédito fumaça ou crédito com garantia de recebíveis

Essa é uma forma de ter acesso a crédito, seja para fazer investimentos em seu negócio ou aumentar seu capital de giro, com menos burocracia e juros mais amigáveis

Nessa modalidade, o tempo de relacionamento com a instituição bancária não é um critério, assim como outros pontos que poderiam ser uma barreira para o empreendedor. 

Exatamente pela praticidade e por ser uma alternativa interessante para uma grande parcela de lojistas, você precisa conhecer o que é e como funciona o crédito fumaça. Continue lendo e descubra! 

O que é crédito fumaça?

Basicamente, o crédito fumaça é uma modalidade de empréstimo que possui uma garantia de pagamento. 

Ele pode ser usado tanto por pessoas físicas quanto jurídicas, sendo que, para as empresas, o mais comum é a garantia de futuros recebíveis

Nesse caso, a garantia do empréstimo são as vendas parceladas que a sua empresa realizar via maquininha de cartão

O diferencial dessa modalidade é a acessibilidade, já que não é necessário recorrer aos grandes bancos tradicionais que, devido ao seu porte, possuem critérios, exigências e garantias excessivas. O que acaba sendo uma barreira para alguns empresários terem acesso ao crédito. 

No crédito fumaça, o principal critério de análise são os recebíveis futuros da empresa. Então, desde que haja uma previsão de boas vendas, você terá uma aprovação facilitada junto com os outros critérios de análise de crédito.

Além disso, as taxas mais baixas e o tempo maior para pagamento também é uma vantagem dessa linha de crédito para empresas.

Como funciona o crédito fumaça? 

Agora que você já entende o que é o crédito fumaça, vamos aprofundar em como funciona essa modalidade tendo os recebíveis futuros da maquininha como garantia.

Ao solicitar o crédito fumaça, a empresa irá passar por uma análise de crédito, mas diferente do que acontece no empréstimo empresarial tradicional, não há milhares de exigências. 

Basicamente, o que o credor irá fazer é solicitar o histórico de venda da sua empresa, normalmente de um período de 12 meses, para que ele possa entender a quantidade de vendas via cartão que a empresa realiza.

Com isso em mãos, ele pode fazer uma estimativa do fluxo de caixa para os próximos meses, estimando quanto possivelmente irá entrar de venda futura via cartão. 

Dessa forma, ele poderá oferecer uma proposta personalizada de linha de crédito fumaça, com taxas mais baixas e com um prazo de pagamento adequado a realidade do negócio.

Depois, chega a etapa do contrato. Nessa hora, o empresário junto ao credor irão determinar o que chamamos de Valor Diário de Retenção Máximo (VDRM), o valor que será descontado do total de vendas feitas. 

É dessa forma que acontece a amortização do crédito fumaça: durante a transação dos pagamentos via maquinha, o credor receberá seu valor e o restante ficará disponível na conta do estabelecimento. 

O VDRM é o que determina o valor máximo que a instituição financeira poderá reter das vendas feitas no período determinado. 

Crédito fumaça na prática: exemplo 

Para ficar mais fácil de entender, vamos a um exemplo.

Imagine que sua empresa conseguiu um crédito fumaça de 20 mil reais. O VDRM determinado foi de R$100 por semana

Então, na primeira semana, você fez um total de R$1000 reais em vendas via cartão. 

Desse valor, R$100 será descontado e irá para o credor, enquanto você ficará com o faturamento líquido de R$900. 

Em outra semana, você faturou R$600 em vendas por cartão. Então, R$100 irá para o credor, e você ficará com R$500. 

Ou seja, independentemente de quanto sua empresa faturar por dia, semana ou mês (dependerá do seu contrato), em nosso exemplo, o credor descontará no máximo R$100 a cada semana. 

Deu para entender como o crédito fumaça funciona na prática? 

Basicamente, o fornecedor/correspondente de crédito irá retirar somente o valor máximo acordado para pagar a parcela, ficando o restante totalmente livre para o negócio. 

Esse valor, inclusive, pode ser usado até mesmo para a contratação de mais um empréstimo nessa mesma modalidade. 

Antecipação de recebíveis e crédito fumaça: qual a diferença?

Agora que a modalidade de crédito fumaça ficou clara, você pode estar se perguntando qual a diferença desse tipo de empréstimo para a antecipação de recebíveis

Afinal, o crédito fumaça não é apenas mais uma forma de antecipar os valores que sua empresa tem para receber? A resposta é não!

Na verdade, esse é o centro da questão: o crédito fumaça não funciona como a antecipação de recebíveis porque, nesse caso, a garantia do empréstimo são vendas que sua empresa ainda não realizou

Ou seja, o seu negócio paga o empréstimo à medida em que realizar as vendas nas maquininhas e continua a receber as compras parceladas. 

Enquanto isso, na antecipação, o seu negócio recebe o valor da venda parcelada de uma única vez. 

Exemplo: uma compra parcelada em 10 vezes que receberia em torno de 300 dias o valor total, pode antecipar a quantidade que desejar das parcelas e receber de uma única vez no próprio mês.

Em outras palavras: a venda já foi realizada, mas seu negócio entra em contato com a empresa de crédito para recebê-lo antes da data proposta, pagando uma taxa pela operação. 

Tudo o que essa empresa irá fazer é adiantar os valores para o seu negócio, e receber posteriormente em seu lugar. 

No crédito, no entanto, há outra vantagem: o valor acaba sendo superior ao saldo das compras parceladas das maquininhas que o seu negócio ainda está para receber.

Conheça as soluções da Zoop para o seu negócio! 

https://youtu.be/FHDAV25xPHk

Já deu para entender que o crédito fumaça é uma das alternativas mais interessantes para empresários que estão precisando de recursos.

Mas, como vimos, a garantia dessa modalidade são futuras vendas que a sua empresa irá fazer. 

Por isso, você deve se preocupar também com as soluções de cobrança que oferece aos seus clientes.

Com o Zoop Payments, é possível oferecer diferentes meios de pagamento (cartão de crédito, pix e boleto) diretamente do seu site, aplicativo ou até mesmo de sua loja física.

Invista em suas transações e desenvolva novas formas de receita com a Zoop! Entre em contato agora mesmo com um dos nossos representantes e conheça mais sobre as nossas soluções!  

Avalie este post
Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo