Mercado

Plataforma ecommerce 2022: tendências e oportunidades para faturar mais

Publicado em 29 de julho de 2022 por Redação Zoop
Avalie este post

Você tem ou está pensando em criar uma plataforma ecommerce? 

Então, precisa saber que apenas no primeiro trimestre de 2022, o e-commerce apresentou um crescimento de 12,59% se comparado ao mesmo período do ano anterior. 

O dado da Neotrust, citado em uma matéria do site E-commerce Brasil, só comprova que as vendas online estão com tudo. 

E é por isso que você que vende online, ou deseja começar, precisa estar por dentro de todas as tendências e oportunidades para fazer o seu negócio prosperar. 

4 oportunidades para aumentar as vendas da sua plataforma ecommerce

1. Novos consumidores

Não dá para negar o impacto que a pandemia da covid-19 trouxe para o mercado de plataforma ecommerce. 

Com a necessidade do isolamento social, foi preciso reinventar hábitos e tarefas que antes eram feitas presencialmente, como as compras. 

A saída para isso foi recorrer à internet, o que faz o hábito da compra online, entre tantos outros comportamentos, decolar. 

E para quem já estava acostumado, pode parecer inacreditável, mas 13 milhões de brasileiros fizeram sua primeira compra via ecommerce durante o primeiro ano de pandemia. 

Com esse comportamento perdurando desde 2020, uma das maiores oportunidades para uma plataforma ecommerce são justamente os novos usuários. 

O que, em outras palavras, pode ser o aumento da receita do seu negócio. 

Para isso, é preciso trabalhar alguns pontos importantes, como: profissionalizar o seu negócio e investir na segurança na hora da compra

Uma plataforma ecommerce que não passa uma imagem profissional pode deixar o usuário com o pé atrás. 

Além disso, um dos pontos da compra online que fez muitas pessoas adiarem a ida para o mercado digital foi a segurança. 

Afinal, para adquirir produtos e serviços a pessoa precisa compartilhar dados e informações pessoais, como o endereço e dados do cartão de crédito, por exemplo. 

Por isso, as empresas de ecommerce precisam investir na segurança digital, para que o usuário se sinta seguro e confiante para investir em seus produtos — além, claro, de se tornarem clientes assíduos. 

2. Realidade aumentada

Hoje, sabemos que a experiência do usuário em uma plataforma ecommerce conta muito para a conclusão de uma compra. 

Afinal, dificilmente você compraria em uma loja de varejo online em que o site é complexo, o checkout não é simplificado, as fotos e descrições dos produtos são ruins, etc. 

No fim, a compra na internet tem muito a ver com a experiência. E a realidade aumentada é uma tecnologia que chegou para somar nesse aspecto. 

Se você voltar alguns anos na memória, certamente vai se lembrar da febre que foi o jogo Pokémon Go. Nele, os jogadores saíam pelas ruas para capturar os personagens. 

Tudo isso, no entanto, acontecia através da tela de um smartphone, usando a realidade aumentada. 

E é exatamente essa tecnologia que se tornou uma das tendências do ecommerce atualmente. 

Afinal, não poder ver, tocar ou experimentar a peça é um dos motivos que mais levam à indecisão e a desistência da compra online

A boa notícia é que a realidade aumentada pode ser uma aliada neste momento, além de ser uma oportunidade para oferecer uma experiência mais positiva para o cliente. 

E, segundo uma pesquisa do Reclame Aqui, 51% dos consumidores pagariam mais caro por um produto para ter uma boa experiência

Com a realidade aumentada, você pode oferecer ao cliente a oportunidade de “experimentar” o produto antes de comprá-lo. 

Funciona assim: ao abrir a câmera do celular, ele conseguirá ver a peça em si, como acontece com os filtros, para escolher o que preferir. 

Muitas óticas já estão utilizando o recurso para que os usuários experimentem as armações mesmo a distância. 

Lojas de móveis, decorações e reformas também já entenderam os ganhos da tecnologia para a plataforma ecommerce. 

Já é possível, por exemplo, testar uma cor de tinta na parede e ver como um determinado móvel ficaria em um ambiente apenas apontando a câmera para ele. 

Essa é uma tendência do ecommerce que ainda está em ascensão, mas vale a pena ficar de olho e entender se, em seu caso, ela poderia contribuir para uma boa experiência e, consequentemente, um aumento das vendas. 

3. Voice Commerce

Você já deve ter reparado no avanço no uso de assistentes de voz para fazer pesquisas, não é?

Basta lembrar, por exemplo, da Alexa da Amazon, da Siri da Apple e do Google Assistant. 

Mas, você sabia que o uso dessa tecnologia também pode agregar para as plataformas de ecommerce? 

Isso é chamado Voice Commerce, quando o usuário utiliza comandos de voz para pesquisar e comprar produtos online. 

Segundo um levantamento da Microsoft, 72% das pessoas já realizaram buscas por voz, com ajuda de um assistente digital. Agora, imagine se você pudesse levar essas pessoas direto para o seu site? Essa é uma das tendências do ecommerce. 

Uma forma de conseguir levar as pessoas que usam o comando de voz para sua loja online é com a otimização do seu site, além de fazer um belo trabalho na nomeação e descrição dos produtos

Lembre-se de usar as palavras-chaves certas, para que, ao fazer uma pesquisa de voz, seu produto esteja entre os resultados apresentados.

4. Novas formas de pagamento

Por fim, uma tendência que as empresas de ecommerce não podem ignorar são as novas formas de pagamento, principalmente as mais inovadoras e instantâneas, que caíram de vez no gosto do brasileiro. 

Um dos fatores mais importantes para o consumidor atualmente é a entrega rápida. Tanto que muitos optam pela retirada do produto para ter acesso a ele de forma mais rápida. 

No entanto, quando não é possível buscar o produto, o cliente fica refém da entrega e, consequentemente, da forma de pagamento. 

Afinal, enquanto o pagamento não é processado e aprovado, a mercadoria não é enviada

Exatamente por isso, o pagamento instantâneo está fazendo sucesso. Pois, em poucos segundos, como é o caso do Pix, ele é processado, aprovado e a plataforma ecommerce já pode preparar o despacho. 

Segundo uma pesquisa da Nuvemshop, citada em uma matéria do Canaltech, o sistema de pagamentos instantâneo tem 14,5% da preferência dos consumidores, ficando à frente do boleto bancário (5%).

Por isso, se sua plataforma ecommerce ainda não oferece essa modalidade de pagamento, é hora de começar. 

Afinal, assim você pode atender a essa preferência e evitar que boas vendas deixem de ser efetivadas. Até porque segundo nosso Relatório de Tendências 2022, 80% das pessoas deixam de concluir seus pedidos se não encontram seu meio de pagamento preferido.

Conte com a Zoop para oferecer o Pix em seu negócio!

Depois deste conteúdo, você sabe quais são as principais tendências para uma plataforma ecommerce, não é? Agora, é hora de começar as implementações. 

Algumas delas podem levar tempo e necessitar de um orçamento maior, no entanto, outras, você já pode começar a aproveitar. Esse é o caso do Pix, por exemplo.

Com a Zoop, você pode oferecer o método de pagamento para vendas online e físicas, além de não pagar nada pela integração nem nenhuma mensalidade. Apenas uma pequena taxa sobre cada valor transacionado.

Demais, não é? Então, entre em contato com um especialista agora mesmo e descubra mais sobre essa solução

Avalie este post
Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo