Negócios

Quais as novas funções do Pix e o que esperar desse sistema no futuro?

Publicado em 11 de agosto de 2021 por Redação Zoop

O sistema de pagamento instantâneo do Banco Central segue em constante evolução desde o seu lançamento em novembro de 2020.

Seguindo a agenda estabelecida pelo órgão regulador, as novas funções do Pix estão sendo anunciadas, sendo uma das mais recentes o Pix Cobrança, que tem funcionalidade semelhante a de um boleto bancário.

As novas possibilidades que esse meio de pagamento e de transferências gera são tantas que o Pix foi eleito vencedor na categoria “Inovação de Pagamentos” da premiação Fintech & Regtech Global Awards 2021, realizada anualmente pela Central Banking.

De acordo com matéria publicada no portal Exame Future of Money, o Pix foi considerado o melhor sistema de pagamentos do mundo, em comparação a todas as soluções voltadas para essa finalidade lançadas pelos Bancos Centrais no último ano.

Muitas funções do Pix já foram lançadas, porém, várias outras ainda estão por vir, inicialmente, até o 2º trimestre de 2022.

Quais seriam e como elas podem colaborar para ampliar o leque de meios de pagamento para a sua empresa, parceiros de negócios e clientes finais? É o que você descobrirá a seguir!

Quais são as 10 novas funções do Pix?

Com mais de 250 milhões de chaves já cadastradas, e mais de R$ 392 milhões transacionados apenas no mês de maio deste ano (2021), a tendência é que o lançamento das novas funções do Pix ajude a aumentar esses números.

No último mês de abril, por exemplo, o sistema de pagamentos instantâneos foi liberado para movimentação do Auxílio Emergencial, benefício que está sendo pago a trabalhadores informais e famílias de baixa renda em decorrência da crise econômica provocada pelo novo coronavírus.

Além disso, o Pix já está sendo utilizado por diversas empresas públicas como meio de pagamento de contas, a exemplo de impostos, tributos, água, luz e outras cobranças similares.

Na agenda evolutiva do Banco Central, as funções do Pix mais recentes, e as que estão para ser lançadas, trazem novidades para o sistema até 2022, são elas:

  • Conta salário Pix
  • Pix Cobrança
  • Pix Saque e Pix Troco
  • Pix Agendado
  • Mecanismo especial de devolução
  • Iniciador de pagamento
  • Pix por Aproximação
  • Pagamento offline
  • Pix Garantido
  • Débito Automático no Pix 

 

Muitas dessas funcionalidades, inclusive, podem contribuir para aumentar a adesão do Pix no varejo e em diversos outros segmentos. 

Confira detalhes sobre cada uma das novas funções do Pix, o que contemplam e as datas de lançamento previstas.

Funções do Pix para o 2º trimestre de 2021

Conta Salário Pix

A Conta Salário Pix é uma funcionalidade que inclui na lista de contas movimentáveis por esse sistema as contas salários, que são um modelo utilizado apenas para efetivação de pagamentos salariais.

Pix Cobrança

O Pix Cobrança é uma das novas funções do Pix que permite pessoas jurídicas realizarem cobranças de valores com datas futuras. 

Na prática, funciona semelhante a um boleto bancário, com a diferença que, uma vez efetivado o pagamento, o valor cai em até 10 segundos na conta do recebedor.

Na agenda de funções do Pix, essa inclui melhorias no 4º trimestre de 2021 e no 2º trimestre de 2022.

Entenda tudo sobre essa funcionalidade no artigo “Pix Cobrança: como funciona e quais as vantagens desse meio de pagamento?

Funções do Pix para o 3º trimestre de 2021

Pix Saque e Pix Troco 

O Pix Saque permitirá que o consumidor realize saques em dinheiro diretamente nos caixas dos estabelecimentos comerciais.

Já o Pix Troco possibilitará que os varejistas deem aos clientes troco em espécie no momento do pagamento das suas compras.

Aproveite e ouça este episódio do Papo na Nuvem:


 

Pix Agendado 

O Pix Agendado tem funcionalidade semelhante ao Pix Cobrança. O diferencial é que ele permite ao pagador agendar um pagamento ou transferência com data futura utilizando uma das suas chaves Pix. 

Mecanismo especial de devolução 

Das novas funções do Pix, essa é uma das que vai beneficiar bastante as instituições de pagamento.

Essa funcionalidade dá aos participantes do sistema a possibilidade de fazer mais rapidamente a devolução de valores em casos de suspeita de fraudes. O mesmo princípio valerá para situações de falhas em seus sistemas operacionais. 

Dica de leitura: “Compliance regulatório nas fintechs e a prevenção à lavagem de dinheiro no Brasil

Funções do Pix para o  4º trimestre de 2021

Iniciador de pagamento 

Essa atualização no sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central permitirá que iniciadores de pagamento — empresas responsáveis por iniciar uma transação de pagamento a pedido do usuário — se tornem participantes do Pix. A ideia é aumentar a competitividade nesse arranjo de pagamento.

Pix por Aproximação 

A proposta por trás do Pix por Aproximação é gerar ainda mais agilidade e comodidade para os pagadores e recebedores. 

No caso, a funcionalidade segue o mesmo princípio dos demais pagamentos por aproximação já existentes, com o diferencial que os valores são movimentados entre as contas instantaneamente.

Leia também: “Tudo sobre pagamento por aproximação para o seu negócio!

Pagamento offline

O pagamento offline do Pix funcionará como uma espécie de cartão pré-pago. 

Basicamente, o usuário bancário conseguirá aproximar o cartão de um dispositivo online (um smartphone, por exemplo) e transferir a quantia desejada para a ferramenta offline (cartão próprio para essa finalidade) para utilizar como meio de pagamento.

Funções do Pix para o  2º trimestre de 2022

Pix Garantido 

Entre as novas funções do Pix, o Pix Garantido será similar a um cartão de crédito. Isso porque ele permitirá o parcelamento de compras, mas com a liberação imediata do valor ao recebedor tão logo a parcela seja quitada.

Débito Automático no Pix 

O objetivo do Débito Automático no Pix é facilitar os pagamentos recorrentes, que serão debitados da conta do pagador e transferidos instantaneamente para a conta do recebedor.

O que podemos esperar para o futuro do Pix?

Além de todas as funções do Pix que acabamos de citar, o Banco Central segue estudando novas funcionalidades.

Em entrevista divulgada no site da CNN Brasil, o presidente da entidade, Roberto Campos Neto, mencionou a possibilidade da utilização de leitura facial no sistema.

Segundo a declaração, o objetivo é utilizar diferentes recursos tecnológicos para aprimorar o sistema de pagamentos instantâneos e, em um futuro próximo, tornar a solução uma espécie de identidade digital dos brasileiros.

Quer saber em quais outros pontos essa solução pode ajudar no seu negócio e parceiros? Então não deixe de ler o artigo: “As 7 maiores vantagens do Pix para empresas e clientes

Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo