Negócios

Pagamento integrado e não integrado: quais as diferenças, vantagens e desvantagens?

Publicado em 09 de junho de 2021 por Redação Zoop

Pagamento integrado é aquele que se conecta, automaticamente, ao um sistema de gestão financeira e/ou de vendas. Seguindo esse princípio, o pagamento não integrado é aquele que exige a entrada de informações de forma manual em algum sistema de controle.

A própria definição dos conceitos já dá uma boa ideia do quanto o uso do pagamento integrado contribui e facilita o dia a dia de uma empresa, concorda?

Dependendo do volume de vendas, é praticamente impossível lançar manualmente tudo o que foi vendido. Além de demandar muito tempo, o risco de erros é enorme e pode comprometer seriamente a saúde financeira do negócio.

Por outro lado, ter todos os meios de pagamentos conectados a um sistema próprio para isso confere muito mais segurança no processo e ajuda a escalar a empresa.

Confira, neste artigo, detalhes sobre o que é pagamento integrado, as diferenças quando comparado ao pagamento não integrado, vantagens e desvantagens dessa solução e muito mais!

O que é o pagamento integrado? E pagamento não integrado?

Conforme explicado anteriormente, pagamento integrado é quando há a conexão automática entre o meio de captura de pagamento e o sistema de gestão financeira utilizado pela empresa.

Por exemplo, é utilizar uma máquina de cartão como forma de recebimento e, a cada transação realizada, ter as informações sobre a venda inseridas automaticamente no software de controle.

Por outro lado, o pagamento não integrado faz o processo inverso. Ou seja, ele não tem qualquer ligação com a solução de gestão e controle utilizada pelo negócio.

Nesse caso, a cada venda realizada com a máquina de cartão, ou com outro meio de captura, precisa ser lançado manualmente, um a um, no sistema usado.

Dica de leitura: “Como escolher a melhor máquina de cartão White Label?

Qual a principal diferença entre pagamento integrado e não integrado?

A definição de pagamento integrado e de pagamento não integrado, por si só, já mostra qual é a principal diferença entre um e outro, que é: enquanto o primeiro está vinculado a um sistema, o segundo funciona de forma isolada.

Sobre isso, é bem importante destacarmos o processo de transformação digital pelo qual as empresas estão passando. 

Com a evolução dos setores e a mudança de comportamento dos clientes, processos que antes eram feitos de forma manual se tornaram praticamente inviáveis sem o uso da tecnologia.

A ideia é não apenas otimizar atividades corriqueiras, mas também melhorar a experiência dos clientes e contribuir para o crescimento dos negócios.

Ao automatizar tarefas é possível:

  • desburocratizar processos;
  • aumentar a produtividade dos colaboradores;
  • diminuir, ou mesmo eliminar, as falhas e necessidade de retrabalho;
  • entregar resultados mais rápidos e melhores aos clientes, elevando a sua satisfação com a marca;
  • escalar o negócio.

 

Aproveite e leia também: “Negócio escalável: o que é? Qual a importância da escalabilidade? Como tornar sua empresa escalável?

Quais as vantagens e desvantagens do pagamento integrado para as empresas?

Além de facilitar o dia a dia e contribuir para um controle mais efetivo dos valores recebidos, o uso de uma solução de pagamento integrado traz várias outras vantagens para as empresas.

Por exemplo, a integração de ERP a uma plataforma de pagamento deixa o sistema muito mais completo, agrega valor à solução e contribui para entregar em um único ambiente tudo o que o cliente precisa para a gestão do seu negócio.

Quanto às desvantagens, de maneira geral, elas são quase inexistentes. No caso, se referem mais a encontrar um parceiro de pagamento integrado que forneça uma plataforma completa, fácil de operar e que atenda as necessidades do seu negócio.

Considerando isso, as principais vantagens e desvantagens do pagamento integrado seriam:

pagamento integrado 1

Como integrar os meios de pagamentos em lojas virtuais? 

É bem importante deixar claro que o pagamento integrado não abrange apenas métodos de pagamentos presenciais, mas também os meios de pagamentos online.

As plataformas de pagamento digital facilitam o recebimento de valores, a gestão e a divisão em negócios que envolvem mais de um vendedor, como os marketplaces.

A integração desse tipo de solução ao sistema que já é utilizado pela empresa para fazer as vendas virtuais é feita utilizando APIs, sigla para Application Programing Interface.

As APIs de pagamento são instruções e padrões de programação que permite dois pontos distintos se conectarem, transmitirem informações e realizar atividades. Nesse caso, as APIs são usadas para integrar os meios de pagamentos à loja virtual.

Na hora de escolher uma plataforma de pagamento para integrar a um e-commerce ou marketplace, é preciso considerar alguns pontos. Entre os mais importantes estão são:

  • garantir que a solução melhore a experiência do cliente;
  • verificar quanto a plataforma colabora e facilita a gestão do negócio;
  • as camadas de segurança oferecidas pelo parceiro;
  • a facilidade de acrescentar novos meios de pagamento. 

 

A Zoop, fintech líder em tecnologia para serviços financeiros, oferece soluções para integração de métodos de pagamento online e presencial em um único ambiente, para negócios físicos e digitais.

 

Além disso, nossos produtos contribuem para que a sua empresa tenha uma nova fonte de receita e para criar produtos e serviços financeiros personalizados para o seu público.

Pagamentos omnichannel, split de pagamento otimizado, recebimento de pagamentos recorrentes, conta digital com a sua marca e muito mais!

Leia o artigo “Melhore a experiência da sua plataforma de pagamento online com a Zoop!” e confira, em detalhes, tudo o que podemos fazer pelo seu negócio!

 

Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo