Tecnologia

7 tecnologias para o varejo online que você precisa considerar

Publicado em 05 de agosto de 2022 por Redação Zoop
Avalie este post

Transformação digital é provavelmente o termo que você mais ouviu nos últimos anos. Principalmente se você possui uma loja de varejo online

Não à toa, afinal, a pandemia da covid-19 acelerou esse processo que naturalmente já acontecia, mas em curtos passos.

No entanto, ao se deparar com a realidade global do isolamento social, o ambiente digital foi uma das únicas saídas para a socialização, para o trabalho e, claro, para as compras.

E foi aí que muitas empresas se viram obrigadas a investir mais no digital, ou até considerá-lo, para aquelas que ainda não estavam online, para continuar vendendo. 

Prova disso é o levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), que relatou um aumento de 87% em investimentos na transformação digital por lojas de varejo em 2021, em relação ao ano anterior. 

Ainda segundo a pesquisa, o resultado foi positivo: a aplicação trouxe bons frutos, com 74% das empresas de varejo online apresentando um maior faturamento

Nesse cenário, fica claro que quem ainda não se adaptou ao novo cenário das vendas online, que promete se manter em alta por muito tempo, precisa correr contra o tempo. 

Para ajudar nesta tarefa, trouxemos hoje as principais tendências e oportunidades para as lojas de varejo online. Continue a leitura para entender porque é importante investir em tecnologia para o seu negócio crescer, e como fazer isso. 

A importância da tecnologia no varejo

Já foi o tempo em que empresas de varejo conseguiam altos faturamentos apenas com lojas físicas abertas. 

Principalmente após o início da pandemia, em que muitas pessoas passaram até mesmo a fazer a compra de mercado de forma online, manter um negócio longe do digital se tornou a receita para o insucesso

No entanto, apesar de parecer algo natural, levar uma loja de varejo para o online pode ser um desafio. 

Além de aumentar a concorrência, já que no digital o usuário encontra diversas opções de produtos e serviços, ficar por dentro das tendências do online pode ser desafiador para alguns empreendedores. 

Independentemente, para manter um negócio crescendo e faturando, é importante aceitar e principalmente se adequar a chegada da tecnologia no varejo. 

Um negócio que não acompanha os avanços tecnológicos pode ficar fora do mercado justamente pela falta de inovação

Afinal, todos os dias novas empresas chegam ao mercado, muitas delas do mesmo segmento de atuação que a sua, e se estiverem mais preparadas para o digital, podem ganhar o seu cliente atual. 

Para se ter uma ideia, em 2021, 204 mil lojas de varejo foram inauguradas no Brasil, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). É como se a cada dia, mais de 500 empresas fossem lançadas. 

Neste cenário, uma empresa que investe em tecnologia está alguns passos à frente, se tornando mais competitiva, eficiente e lucrativa, além de oferecer uma experiência positiva para o consumidor

Sem contar, é claro, que investir em varejo online é o único caminho para acompanhar o novo comportamento dos consumidores, que hoje encontram na internet o principal meio de consumo

7 tendências e inovações no varejo brasileiro 

Certo, que investir no online e acompanhar a transformação digital é importante para a sobrevivência de qualquer negócio já ficou claro, não é? 

Agora, é hora de conhecer quais as principais tendências e oportunidades que você pode aproveitar em sua loja de varejo online. Veja só!

1. Experiência omnichannel  (físico e online)

O primeiro passo indisponível para uma empresa de varejo online, que também possui lojas físicas, é unificar a experiência que o cliente vivenciará nos dois pontos

Por maior que seja a previsibilidade de crescimento do varejo online, já é possível notar que o objetivo não é fazer as lojas presenciais desaparecerem, mas integrar os recursos físicos e virtuais para fazer a empresa crescer. 

Por isso, empresas de varejo que também possuem pontos de contato físico com o cliente devem pensar em estratégias para unificar a experiência do cliente, utilizando o presencial ao seu favor.

Se você já fez uma compra pela internet e foi até a loja física para retirar, experimentou essa integração na prática. 

Algumas lojas permitem, por exemplo, que o cliente troque um produto adquirido no varejo online em um ponto físico, tornando esse processo de troca mais ágil.

Também há a experiência de ir até à loja experimentar produtos e serviços para, posteriormente, comprá-los através do varejo online. 

Um bom exemplo dessa integração é a loja de varejo online Shein, que se tornou uma febre no Brasil. 

Anteriormente apenas com vendas por site e app, hoje a empresa também está investindo em pontos físicos temporários, inclusive no Brasil, para que os clientes possam ter a experiência de conferir e experimentar as peças e itens. 

2. Redes sociais

Falar em transformação digital do varejo online e esquecer as redes sociais, não dá! Afinal, esse costuma ser o primeiro passo que muitas marcas dão no mundo virtual.

Algumas, inclusive, ficam por muito tempo apenas nas redes sociais e demoram a investir em um site próprio. Principalmente porque algumas tecnologias e recursos já ajudam a fazer vendas online via redes sociais. 

Isso é o que se pode chamar de social commerce, quando as redes sociais e plataformas de mídias não são usadas somente para atrair clientes e redirecioná-los para outros canais, mas permitem também que eles realizem negociações direto na rede usada. 

Além disso, o uso das redes sociais pode oferecer ao usuário um fator importante na jornada de compra: a comprovação social. 

Ali, ele pode conferir as indicações, opiniões e avaliações sobre os produtos que se interessou. Essa é uma forma, inclusive, de quebrar objeções e facilitar a venda. 

3. Aplicativos

Outra tendência e inovação no varejo brasileiro são os aplicativos, uma forma de aumentar o alcance das marcas e, para o cliente, facilitar a compra.

Segundo a pesquisa Pagamentos Móveis e Comércio Móvel no Brasil, realizada pela Opinion Box e Mobile Time, nove em cada dez brasileiros já fizeram compras de produtos físicos via aplicativo de celular

Isso significa que para uma loja de varejo online os apps podem ser mais um ponto de contato com o consumidor, e automaticamente mais um meio para gerar vendas.

Para aproveitar essa tendência, investir na criação de um aplicativo próprio, se houver orçamento para tal, pode ser uma estratégia interessante. 

Assim, é possível até mesmo trabalhar o redirecionamento das redes sociais para o app, além de planejar campanhas e descontos especiais.

Para as lojas que ainda não podem investir nessa tecnologia, uma saída para aproveitar o cenário favorável é se juntando a apps de venda e varejo já existentes

Para empreendedores no ramo alimentício, por exemplo, o Ifood é uma opção. Já para a venda de produtos físicos, a Shopee está em destaque, sendo um dos apps de m-commerce mais usados no país

O importante é não ficar de fora de uma das maiores oportunidades para o varejo online. 

4. Sites responsivos

Lado a lado com os apps, está o site responsivo. Você sabe o que é isso? Basicamente, um site adaptável a diferentes dispositivos

Certamente você já passou pela experiência de acessar um site pelo celular e, assim que a página terminou de carregar, se deparou com um layout bagunçado, muitas vezes ilegível, com a tela cortando botões e palavras… Uma verdadeira confusão. 

Esse é o exemplo de um site que não foi pensado para o acesso por outro dispositivo que não seja um desktop, uma tela grande. 

Acontece que, segundo a 31ª Pesquisa Anual do FGVcia, o Brasil conta com 440 milhões de dispositivos digitais em uso, incluindo computador, notebook, tablet e smartphones. Esse número seria equivalente a dois dispositivos por habitante.

Somente com esse levantamento, já é possível imaginar que se seu cliente possui 2 dispositivos digitais, ele pode acessar o site da sua empresa por qualquer um dos dois (ou pelos dois, em momentos distintos). 

Nessas horas, é preciso estar preparado para que a experiência de compra em sua loja de varejo online seja positiva, independentemente do aparelho utilizado por ele.

5. Chatbots

Como falar na importância do uso da tecnologia no varejo online e em suas principais tendências sem citar o chatbot?

Se sua empresa possui um site (responsivo, hein?) e/ou um aplicativo, o próximo passo para aproveitar as oportunidades do varejo online é investindo em chatbot.

Ou seja, em “robôs” que vão prestar suporte para os usuários enquanto navegam no site, app. 

Assim, caso surja uma dúvida sobre algum produto, sobre a entrega, as formas de pagamento, entre outros, eles conseguem ter sua pergunta respondida sem precisar ficar esperando por isso, o que poderia adiar a venda. 

Pense em uma empresa que funciona apenas em horário comercial. 

Caso você dependa de um colaborador ou você próprio para responder clientes, e eles acessem seu site no começo da noite, teriam que esperar até o próximo dia para ter uma resposta. 

Com os chatbots, é possível simular conversas humanas para que, através do que foi programado, o cliente obtenha suporte por 24 horas, em qualquer dia da semana

Ah, vale lembrar que é possível usar chatbots também em outros canais de comunicação de uma empresa, como o Messeger do Facebook, a DM do Instagram e o WhatsApp. 

6. Realidade aumentada 

Não é segredo que para quebrar algumas objeções na venda virtual é importante fornecer o máximo de informações sobre o produto ou serviço, não é? 

No entanto, quando falamos no futuro do varejo online e no uso das tecnologias a favor desse mercado, é preciso ir além. 

Uma das maiores causas do abandono de carrinho em e-commerces é o fato de que, na compra a distância, não é possível ver, tocar ou experimentar o produto antes de adquirir

Para as empresas que possuem ponto físico, essa é mais uma das razões para investir no omnichannel e integração de canais, pois, assim, o cliente pode conferir o produto antes de comprá-lo. 

Mas para a loja de varejo que só funciona online, qual a saída? Uma das alternativas é a realidade aumentada

Por ser uma das tendências e inovações no varejo brasileiro que ainda está caminhando a passos curtos, investir nessa tecnologia pode colocar o seu negócio em destaque. 

A realidade aumentada, no varejo online, funciona como uma oportunidade para o usuário testar e experimentar produtos sem tê-los em mãos

Por exemplo: se você tem uma loja de móveis, um bom uso dessa tecnologia seria permitir que o consumidor, ao apontar a câmera do celular para o ambiente, conseguisse visualizar como o produto ficaria ali. 

Assim, ele conseguiria “experimentar” móveis em todos os cômodos da sua casa, encontrando a opção que mais o agrada. 

Isso também vale para lojas de varejo online de roupas e acessórios, por exemplo.

Experimentar óculos de sol ou um novo boné pode ser fácil com a realidade virtual, seja anexando uma selfie ou visualizando como um filtro na própria tela.

As opções são inúmeras, e essa tendência pode ser um diferencial e agregar a experiência do usuário com sua marca. 

7. Pagamentos instantâneos

Por fim, para fechar nossa seleção de oportunidades no varejo online, está o pagamento instantâneo

Hoje, o Pix como forma de pagamento já se tornou um dos mais utilizados, atrás apenas do cartão de crédito. 

No entanto, segundo pesquisa da Nuvemshop, esse cenário pode se transformar com o crescimento ainda maior do meio de pagamento instantâneo, que já superou o boleto bancário em preferência do consumidor

Dessa forma, uma tecnologia que não pode ficar de fora da sua loja de varejo online é o Pix, que é muito positiva para você, comerciante, que recebe o valor instantaneamente, como também para o consumidor que pode preferir por essa forma. 

Segundo o nosso Relatório de Tendências 2022, 80% dos usuários podem abandonar a compra caso não encontrem seu meio de pagamento preferido

Por isso, vendo o aumento da procura pelo Pix, não disponibilizá-lo pode ser um grande erro para as empresas de varejo que desejam aumentar o faturamento. 

Conte com a Zoop para trazer o pix para a sua loja de varejo online! 

Agora você já está por dentro das principais tendências e inovações no varejo brasileiro. O próximo passo é começar a investir e aproveitar essas oportunidades para fazer seu negócio crescer e lucrar. 

Em uma dessas tendências, a Zoop pode te ajudar! Que tal trazer o pagamento instantâneo para sua empresa? Conheça, agora, o Pix da Zoop:

https://www.youtube.com/watch?v=iBmGupl3zVQ&t=24s 

O Pix da Zoop é uma solução completa para vendas online e presencial. Com ele, a transação acontece em poucos segundos, em um fluxo totalmente automatizado.

Para trazer esse meio de pagamento para o seu negócio você não paga mensalidade, nem a integração, apenas uma pequena taxa sobre cada valor transacionado.

Quer saber mais sobre o Pix da Zoop? Então entre em contato com um especialista agora mesmo!

Avalie este post
Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo