Empreendedorismo

Indicadores para varejo: 10 KPIs para acompanhar o desempenho da sua empresa e promover a melhoria constante

Publicado em 05 de junho de 2020 por Redação Zoop

Os indicadores-chave de desempenho, também conhecidos como KPIs (Key Performance Indicators) são aliados de extrema importância para a gestão de qualquer modelo de negócio, inclusive os varejistas.

Empresas que comercializam produtos e serviços diretamente para o consumidor final precisam estar atentas aos resultados de suas estratégias para, assim, identificar falhas e limitações e promover a melhoria contínua.

Nesse sentido, os KPIs são ferramentas que quantificam os resultados e mostram que aspectos do negócio precisam ser melhorados. 

Tendo isso em vista, separamos aqui 10 indicadores para varejo que você não pode deixar de acompanhar, conheça essas 10 métricas fundamentais:

  1. Faturamento bruto
  2. Taxa de conversão
  3. Ticket médio
  4. Margem de lucro
  5. Índice de recompra
  6. Giro de estoque
  7. Perdas no estoque
  8. Custo de Aquisição de Clientes (CAC)
  9. Market Share
  10. Satisfação dos clientes

Assim, convidamos você a continuar a leitura deste conteúdo para descobrir que KPIs utilizar na sua empresa e como eles podem te ajudar na busca por resultados cada vez mais satisfatórios.

Antes de conhecer esses exemplos, que tal relembrar um pouco o que são e como criar indicadores de desempenho? Então, confira este vídeo:

10 indicadores para varejo que você precisa acompanhar

Os indicadores para varejo são instrumentos indispensáveis para aprimorar a gestão empresarial, pois eles orientam as tomadas de decisão com base em dados concretos.

Veja a seguir que KPIs você precisa acompanhar na sua empresa varejista.

1 – Faturamento bruto

O faturamento bruto é a soma de quanto em dinheiro a sua empresa conseguiu faturar das vendas durante determinado período, sem descontar os custos para disponibilizar os produtos ou serviços aos clientes.

2 – Taxa de conversão

A taxa de conversão é a relação entre as abordagens do time comercial e as vendas concretizadas. Esse indicador mostra o potencial da sua loja de converter oportunidades em vendas reais.

3 – Ticket médio

O ticket médio é o KPI que mostra quanto de receita cada cliente representa para a empresa em determinado período. Para fazer o cálculo, divida o faturamento bruto pelo total de clientes que compraram na sua loja.

4 – Margem de lucro

Esse indicador mostra o potencial de lucratividade da sua empresa varejista. Ele é calculado após subtrair do faturamento bruto todos os tributos e custos operacionais. Depois, pegue esse resultado, divida pelo faturamento e depois multiplique por 100.

5 – Índice de recompra

O índice de recompra calcula quantos clientes compraram mais de uma vez da sua loja e com que frequência durante um período específico. Acompanhar esse indicador ajuda a orientar as estratégias de relacionamento com o cliente e a personalizar as abordagens comerciais.

Para te ajudar com esse indicador, é importante contar com bom sistema de CRM que vai coletar, armazenar e organizar os dados de seus clientes.

6 – Giro de estoque

Outro indicador essencial para empresas que atuam no varejo é o giro de estoque. Como o próprio nome sugere, esse KPI calcula quanto tempo, em média, o estoque de determinado produto leva para “girar” completamente.

Calcular o giro de estoque é necessário para saber quando determinados produtos deverão ser repostos e orientar as quantidades certas para futuras compras com os fornecedores.

Esse indicador de gestão de estoque também é importante para definir promoções e evitar desperdícios com mercadorias que ficam muito tempo paradas e acabam tendo o prazo de validade expirado.

7 – Perdas no estoque

Por falar em desperdício, é imprescindível que empresas varejistas acompanhem as perdas no estoque, as quais devem estar o mais próximo possível de zero. 

Mercadorias perdidas durante o armazenamento é sinônimo de prejuízo para o caixa da empresa. Por isso, é importante investigar também as causas para essas perdas e fazer as correções necessárias.

8 – Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

Quanto custa, em média, adquirir um novo cliente para a sua empresa? Para saber a resposta, some todo o investimento destinado a aquisição de novos clientes e divida pelo número de novos clientes adquiridos durante esse mesmo período em que os investimento foram empregados com essa finalidade.

Lembre-se de que o CAC (Custo de Aquisição de Clientes) deve sempre ser inferior ao ticket médio.

9 – Market Share

Empresas varejistas também precisam monitorar sua participação no mercado em que atuam. Para calcular o market share, você precisa dividir o volume de vendas da sua empresa pelas vendas totais do mercado e depois multiplicar por 100.

10 – Satisfação dos clientes

Por fim, encerrando a nossa lista de indicadores para varejo, temos o índice de satisfação dos clientes.

O feedback de quem compra seus produtos e serviços é fundamental para promover a melhoria constante e alcançar melhores resultados.

Portanto, faça pesquisas de satisfação com seus clientes por telefone, e-mail, chat ou em terminais eletrônicos dentro da sua loja física.

Bom, a utilização de indicadores para varejo oferece ao gestor uma base sólida para orientar decisões, implementar melhorias e impulsionar resultados.

Faça uso dos KPIs que citamos aqui e torne a gestão da sua empresa varejista mais eficaz e eficiente.

Este post foi escrito pela equipe da Siteware, uma empresa que une pessoas, operação e estratégia em um único software, para que as empresas melhorem seus resultados, sua comunicação e sua governança.

Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo