Empreendedorismo

Conheça 6 tendências de compra online para vender mais!

Publicado em 29 de maio de 2020 por Redação Zoop

As tendências de compra online apontadas para 2020 têm um objetivo em comum: ajudar seu e-commerce a vender mais!

Não é surpresa para ninguém que a tecnologia e a internet se expandem dia após dia. Somado a isso, o varejo online caminha em constante crescimento.

A prova disso está no estudo feito pela Ebit/Nielsen, empresa global de mensuração e análise de dados.

O levantamento que faz parte da 40ª edição do Webshoppers, relatório sobre o mercado de e-commerce, apontou que somente no primeiro trimestre de 2019, houve um aumento de compras online de 12%. Esse número representa R$ 65,2 milhões em volume de pedidos.

Como entrar para essa estatística e fazer com que seu negócio venda mais? As tendências de venda pela internet destacadas para este ano podem lhe ajudar.

As 6 principais tendências de compra online para 2020

Trabalhar com varejo online exige estar sempre inovando. Por isso, estar a par das próximas tendências pode ser um dos caminhos.

Veja agora as soluções que prometem ajudar os e-commerces a venderem mais em 2020.

1. Aplicativos próprios

Uma das fortes tendências de compra online para este ano é a contar com aplicativos próprios. Ou seja, além da opção de compra pelo site, o cliente pode baixar acessar o app da loja e realizar a compra diretamente através dessa solução.

Mas qual seria a vantagem para o usuário visto que, ao pesquisar o produto que deseja no Google aparecem diversas lojas e variadas faixas de preço?

Uma forma de oferecer benefícios ao cliente que optar pelo aplicativo é dando descontos especiais para as compras efetivadas por essa ferramenta. Isso faz com que a solução se torne mais atrativa que os sites, fazendo com que mais pessoas passem a utilizá-la.

2. Compras personalizadas

Focar na experiência do cliente tende a ser um grande diferencial para vender mais. A dúvida, no entanto, fica em como fazer isso nas vendas via internet, já que o processo em si é um tanto impessoal e mecânico.

Pensando nessa questão, entre as tendências de compra online para este ano está a personalização das vendas.

Valendo-se da tecnologia é possível promover experiências cada vez melhores e mais enriquecedoras aos clientes, que vão além das já conhecidas frases que vemos nas lojas virtuais: “produtos que você também pode gostar” e “pessoas como você também compraram”.

Mas como isso seria possível? A ideia é que seu site, ou aplicativo, tenham funções que permitam o consumidor “experimentar” o que está comprando.

Veja este dois exemplos: uma loja de tintas pode permitir que o cliente tire uma foto do espaço que pretende pintar e testar qual cor fica melhor naquele ambiente, entre as que oferece.

E-commerces voltados para maquiagens podem disponibilizar funções nas quais selfies “recebem” os produtos de interesse de quem está comprando, identificando qual se encaixa melhor ao estilo, tom de pele etc.

3. Realidade Aumentada

Em complemento à tendência de compra online anterior, temos a realidade aumentada (RA).

Ao contrário da realidade virtual que projeta o usuário para outro ambiente, a RA sobrepõe elementos virtuais ao mundo real.

Nas vendas online esse recurso pode ser outra boa maneira de permitir que o cliente experiente os itens que deseja antes de efetivar a compra. Por exemplo, o consumidor pode escolher um sofá e “testar” como o móvel vai ficar na sala da sua casa.

Entenda mais sobre essa tecnologia e como ela surgiu no vídeo do canal TecMundo

4. Inteligência Artificial

De acordo com a Gartner, empresa de consultoria dos Estados Unidos, ainda este ano 85% dos relacionamentos entre cliente e empresa serão sem qualquer intervenção humana.

Os chatbots, também conhecidos como assistentes virtuais, são ferramentas que utilizam Inteligência Artificial (IA) e têm a proposta de otimizar o tempo de atendimento.

Aplicando ao e-commerce, imagine a seguinte cena: um cliente escolhe um produto na sua loja, mas uma dúvida o impede de fechar a compra. Antes de desistir, ele tenta solucionar o problema ali mesmo, virtualmente.

Se o seu site dispõe de um chatbot, as chances de esse cliente ter seu questionamento respondido e, assim, fechar a compra, são enormes. O contrário já não acontece quando não se tem esse recurso.

Além disso, é importante lembrar que compras online são feitas a qualquer hora, em qualquer dia da semana. Ou seja, ainda que não seja horário comercial, o consumidor não vai deixa de ser atendido se você utilizar da IA, e sua loja não corre o risco de perder vendas.

5. Vendas via rede social

Difícil quem não tenha, pelo menos, um perfil ativo em alguma rede social, concorda?

Para se ter uma ideia, o relatório Digital in 2019, do site We Are Social, apontou a presença de 10 milhões de novos perfis brasileiros nas mídias sociais no ano passado, representando um aumento de 10% entre 2018 e 2019.

Obviamente, o varejo online não poderia deixar de marcar presença nessas plataformas para aumentar seu poder de venda.

Dados do relatório da Nuvemshop, empresa de solução tecnológica para e-commerce, mostrou que em 2018, 21% das compras feitas via internet foram através das redes sociais. Desse montante, 59% pelo Instagram.

Fonte: Nuvemshop

Considerando o crescimento no uso de smartphones para realização de compras online, a tendência é que esse percentual cresça ainda mais.

6. Acesso mobile

E por falar sobre o aumento no número de vendas via celular, segundo um panorama de compras online feito pela Mobile Time e Opinion Box com 2.115 brasileiros em maio de 2019, mostrou que 82% utilizam seus telefones móveis para comprar produtos ou solicitar serviços.

Com isso, fechamos a lista de tendências de compra online falando sobre a importância do acesso mobile.

Isso quer dizer que seu site precisa ser responsivo, em outras palavras, deve abrir e funcionar perfeitamente em qualquer tipo e tamanho de tela, não se limitando a computadores e notebooks.

Dessa forma, você consegue atender também essa parcela de consumidores que preferem acessar o varejo online pelos seus smartphones.

Outra maneira de aumentar seu faturamento

Mas além dessas tendências de compra online, existe outra forma de aumentar o faturamento e escalar a rentabilidade do seu negócio.

Com a Zoop você pode construir suas próprias soluções de pagamentos integradas para ajudar seus clientes a crescerem, criando uma fintech de pagamentos dentro da própria operação.

Assista a este vídeo e conheça os nossos serviços

Nossas soluções possibilitam que marketplaces, ERPs, empreendedores e outros tipos de negócios passem a gerenciar o fluxo transacional de seus clientes, gerando novas receitas através de serviços de conta digital, splits de pagamento e antecipação de recebíveis.

?  Converse com um especialista! ? 

Junte-se ao iFood, Sympla, Avec e outras grandes empresas que também geram valor com serviços financeiros e crie sua fintech agora!

Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo