Gestão

Gestão de e-commerce: 7 dicas que podem ajudar a otimizar os seus processos e resultados!

Publicado em 06 de maio de 2022 por Redação Zoop
Avalie este post

Uma gestão de e-commerce eficiente é um dos passos mais importantes rumo ao sucesso de um negócio desse modelo.

Seja para as empresas que atuam no varejo omnichannel (ou seja, que dispõem de lojas físicas e lojas online), que adotaram o conceito unified commerce, ou para aquelas que fazem apenas vendas virtuais, há uma série de processos que precisam ser realizados e acompanhados de perto.

A ideia com esse gerenciamento é encontrar soluções e métodos que facilitem a rotina de gestores e colaboradores, mas, também, que contribua para elevar a satisfação dos clientes, dessa forma, aumentando o volume de vendas e, consequentemente, o faturamento.

Nesse contexto, é preciso pensar em questões como finanças, planejamento, gerenciamento de equipe, entre outros.

Ou seja, uma boa gestão de e-commerce vai muito além de apenas escolher uma plataforma de vendas adequada, precificar os produtos e disponibilizá-lo para o público. É essencial que as tarefas do dia a dia estejam alinhadas para evitar que esse fluxo impacte no relacionamento com os consumidores.

Por exemplo, uma gestão de estoque falha, ou uma logística de entrega ineficiente, pode levar à insatisfação dos compradores, afetar a imagem da empresa e o seu potencial de venda.

Apenas para que você tenha uma ideia da importância de atender o cliente bem em todos os momentos da sua jornada de compras, um relatório da Zendesk, companhia que oferece software de atendimento ao cliente, revelou que 61% dos consumidores afirmam que recorreriam a um concorrente após terem passado por apenas uma experiência ruim com uma marca.

Se passam por mais de uma situação vista como negativa por eles, 76% dos clientes dizem que não voltam mais a fazer negócios com aquela empresa.

Ou seja, o prejuízo financeiro pode ser grande, concorda? Por isso, fazer uma gestão de e-commerce eficaz, e abrangendo vários pontos do negócio, é tão importante.

Em dúvida de como aprimorar o gerenciamento do seu comércio eletrônico? Então continue a leitura deste artigo e confira sete dicas que trouxemos que têm tudo para ajudar você nesse processo!

O que é gestão de e-commerce?

Para começar, é bem importante deixarmos claro o que contempla uma gestão de e-commerce.

Gestão de e-commerce consiste na realização de todos os processos necessários para manter um comércio eletrônico funcionando adequadamente.

O objetivo é que esse gerenciamento seja feito de maneira eficiente, de modo que torne a rotina dos gestores e colaboradores mais dinâmica e livre de falhas. Isso, por sua vez, tende a refletir no relacionamento com os clientes e na melhora da imagem da empresa.

Por falar em imagem da empresa, é preciso destacar também que o comércio virtual segue crescendo mais a cada dia. 

De acordo com dados do MCC-ENET, que é um índice e indicador de crescimento do mercado online, divulgados no site da CNN Brasil, esse setor teve alta de 20,56% no volume de vendas apenas no mês de janeiro de 2022, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

O que queremos dizer com isso é que esse segmento pode se tornar cada vez mais acirrado e competitivo. 

E como a tendência é que esse setor continue crescendo, é bem importante que os gestores de e-commerces se empenhem tanto para encontrar diferenciais para destacar suas empresas dos concorrentes quanto para conseguir atender bem e com precisão os clientes e a possível maior demanda de vendas.

Não deixe de ler: “Diferencial competitivo: como os pagamentos digitais podem lhe ajudar nesse quesito?

Como fazer uma gestão de e-commerce eficiente? 7 dicas!

Com tudo isso em mente, as nossas sete dicas para realizar uma boa gestão de e-commerce, que otimize processos e ajude a alcançar mais e melhores resultados são:

  • use boas ferramentas de gestão;
  • tenha um bom controle financeiro empresarial;
  • encontre o ponto de equilíbrio financeiro do seu negócio;
  • atente-se à gestão de pessoas;
  • mantenha um bom relacionamento com fornecedores;
  • use soluções tecnológicas integradas;
  • aprimore a sua oferta de meios de pagamento.

Use boas ferramentas de gestão  

Usar a tecnologia a seu favor é uma das primeiras estratégias que você precisa adotar se realmente quer aprimorar a gestão do seu e-commerce.

Afinal, estamos falando de um negócio que opera em ambiente 100% digital. Então, por que não usar a tecnologia no varejo para manter a sua empresa funcionando bem?

Sobre isso, algumas opções são:

  • ERP;
  • plataformas de gerenciamento de atividades;
  • softwares de cobranças automáticas.

ERP

Um ERP (Enterprise Resource Planning, na tradução, Sistema Integrado de Gestão Empresarial) é um sistema que integra todos os setores e processos realizados por uma empresa.

Por exemplo, ao invés do setor do estoque usar um determinado software, e o de vendas outro, ambos usam a mesma solução — mas com funcionalidades distintas e compatíveis com as tarefas que precisam ser realizadas por cada um desses departamentos.

A vantagem é que, por estarem em um mesmo ambiente virtual, a comunicação e a troca de informações se tornam muito mais rápidas e precisas. Isso, por sua vez, contribui bastante para as tomadas de decisão e para a otimização dos processos.

Plataformas de gerenciamento de atividades

As plataformas de gerenciamento de atividades são ferramentas digitais que permitem o registro de compromissos e tarefas, de modo que isso ajuda para que nada seja esquecido.

Basicamente, a ideia é funcionar como uma espécie de agenda eletrônica, na qual podem ser anotadas as mais variadas atividades que precisam ser feitas, bem como definir a ordem e prioridades.

Um dos pontos positivos dessas soluções é que elas podem ser utilizadas individualmente, ou compartilhadas com outras pessoas.

Para essa aplicação ficar mais fácil de ser compreendida, imagine que você montou um time para identificar quais pontos precisam ser ajustados para melhorar a experiência de compra dos seus clientes. 

Assim, cada colaborador desse grupo tem uma ou mais tarefas a ser cumprida — por exemplo, um deve analisar a taxa de churn rate e levantar os motivos de perda de consumidores, outro verificar quais são as expectativas dos clientes do e-commerce, e assim por diante.

Utilizando uma plataforma de gerenciamento de atividades é possível distribuir as responsabilidades, definir data de início e fim das tarefas, acompanhar a evolução, entre outros pontos relacionados.

Softwares de cobranças automáticas

Quanto mais o seu comércio eletrônico cresce, mais vendas tende a realizar e, com isso, a taxa de inadimplência também pode aumentar.

Verificar, de forma manual, cada um dos clientes que deixaram de pagar as compras que fizeram é uma tarefa praticamente impossível. 

Por outro lado, deixar de fazer essas cobranças é extremamente prejudicial para a saúde financeira do negócio, e uma prática nem um pouco adequada. A saída, portanto, é usar softwares que fazem cobranças automáticas. 

Comumente, sistemas desse tipo trabalham de duas maneiras distintas: enviando lembretes de pagamento antes da data de vencimento, e cobranças após esse prazo.

Suponhamos que um comprador fez uma compra hoje na sua loja virtual. Porém, escolheu fazer o pagamento por boleto bancário, cujo vencimento é em cinco dias.

Por inúmeros motivos essa pessoa pode, simplesmente, esquecer que gerou esse boleto. Porém, isso faz com que o produto fique “reservado” no seu estoque, a fim de evitar que um mesmo item seja vendido duas vezes.

Uma maneira de “lembrar” esse cliente e não perder a venda é enviando avisos via e-mail, aplicativos de mensagem, SMS, entre outros, sobre a aproximação da data de vencimento.

Se passar esse período e o pagamento não for efetuado, o sistema de cobrança usa os mesmos recursos de comunicação para enviar a cobrança, inclusive, podendo já disponibilizar um novo boleto, com data de vencimento atualizada, se você considerar adequado para o seu modelo de negócio.

Dica de leitura: “Como fazer um boleto bancário? Por que entender isso ainda vale a pena?” 

Tenha um bom controle financeiro empresarial

O controle financeiro empresarial trata-se de um processo que permite levantar e avaliar a situação financeira do seu negócio. O principal propósito dessa prática é contribuir para que você consiga equilibrar as finanças da sua empresa.

Para isso, é preciso avaliar diversos dados, tais como os gerados por:

  • fluxo de caixa;
  • capital de giro;
  • contas a pagar e a receber;
  • fundo de reserva, entre outros.

 

Com essa análise é possível identificar com precisão como anda a saúde financeira do seu e-commerce e, com base nos números levantados, tomar as medidas e ações necessárias para que o negócio continue funcionando bem e crescendo com o mínimo de perdas financeiras que for possível.

Encontre o ponto de equilíbrio financeiro do seu negócio

Por ponto de equilíbrio financeiro entenda a identificação de quanto precisa ser o faturamento mínimo para que você possa cobrir os gastos do seu comércio eletrônico e, desse modo, mantê-lo funcionando.

Para chegar a esse resultado é necessário considerar os custos fixos que geram saída de dinheiro do seu caixa, as despesas variáveis e os rendimentos.

Entre as ferramentas de gestão de e-commerce, essa possibilita o reconhecimento de quanto é preciso vender para manter a sua empresa ativa e sem prejuízos financeiros. Com esse número em mãos você tem a chance de, por exemplo:

  • melhorar sua estratégia de marketing, adotando novas ações;
  • utilizar outros canais de vendas;
  • preparar melhor o seu time de vendas.

 

Se quiser entender detalhes sobre esse indicador, temos um artigo inteiro abordando apenas esse tema: “O que é ponto de equilíbrio financeiro e como calcular?

Atente-se à gestão de pessoas

A gestão de pessoas é outro desafio que os empreendedores precisam enfrentar. Ainda que estejamos falando de comércio eletrônico, isso não é diferente.

Tão importante quanto cuidar bem dos clientes externos para fazer uma empresa crescer, é saber se relacionar com os clientes internos, ou seja, todos os seus colaboradores.

Quanto a isso, é preciso lembrar que um dos ativos mais importantes de qualquer negócio é o humano. Sem ele, por mais que se tenha bons produtos e/ou serviços, é quase impossível fazer uma marca dar certo.

A fim de melhorar a sua gestão de pessoas e, com isso, o gerenciamento da sua loja virtual, há algumas boas práticas que podem ser adotadas. Entre as que mais se destacam estão:

  • orientar adequadamente os líderes;
  • investir em treinamentos e aprimoramentos;
  • oferecer boas ferramentas de trabalho;
  • adotar a cultura do feedback;
  • prezar pela boa comunicação;
  • buscar meios de manter os profissionais motivados.

Mantenha um bom relacionamento com fornecedores

E por falar em clientes externos, os fornecedores também entram nesse grupo. A não ser que fabrique os produtos que vende, é bem provável que você dependa de outras empresas para abastecer o seu estoque, certo?

Aqui também entra a contratação das ferramentas e sistemas que usa no seu dia a dia, a exemplo dos softwares de CRM, ERP, soluções de meios de pagamento, entre outros.

Manter um bom relacionamento, nesse caso, ajuda a evitar que qualquer um desses pontos seja afetado, o que, consequentemente, tende a impactar negativamente na gestão da sua loja virtual.

Estamos nos referindo a, por exemplo, cumprir com os compromissos financeiros (contas a pagar), bem como escolher fornecedores que realmente atendam as necessidades do seu modelo de negócio, a fim de evitar frustrações e desentendimentos no decorrer da contratação.

Use soluções tecnológicas integradas

Quando falamos em utilizar soluções tecnológicas integradas, estamos nos referindo a, por exemplo, ter um emissor de nota fiscal incorporado à sua plataforma de vendas.

Esse recurso, especificamente, viabiliza que as notas fiscais sejam emitidas e enviadas para o cliente tão logo o pagamento seja concluído. Isso pode ajudar a diminuir o prazo para envio da mercadoria, o que tende a elevar o nível de satisfação do consumidor.

Porém, há várias outras soluções que podem trabalhar de forma integrada, como controle de estoque e vendas, entre outras.

A ideia aqui é otimizar os processos, reduzir o tempo de execução de cada etapa de venda, bem como minimizar falhas que podem gerar retrabalho e até perdas financeiras.

Aproveite e leia também: “Ferramentas para marketplace: as 4 principais soluções que vão ajudar seu site crescer!

Aprimore a sua oferta de meios de pagamento

E para fechar a nossa lista de dicas para melhorar a sua gestão de e-commerce, não podíamos deixar de mencionar a importância de aprimorar a sua oferta de meios de pagamento.

Sobre isso, é preciso partir do princípio que, quanto mais opções de pagamento oferecer aos seus clientes, menores são as chances de eles desistirem da compra.

No nosso Relatório de Tendências 2022, trouxemos um dado bem interessante quanto a isso: 80% dos consumidores que não encontraram o meio de pagamento que queriam deixaram de concluir um pedido.

Banner-Relatorio-tendencias-2022

 

Por conta disso, ir além das soluções tidas como tradicionais — tais como cartão de crédito, débito e boleto — é tão importante para elevar o volume de vendas e o faturamento.

Pix, carteira digital, QR Code, são apenas alguns exemplos de meios de pagamento online modernos que vale a pena disponibilizar no seu comércio eletrônico. 

Sobre essa oferta, a Zoop pode ajudar você!

Com o Zoop Payments você consegue criar uma solução de pagamento completa para o seu negócio, com cobranças via cartões, boleto bancário e Pix, diretamente do seu site ou aplicativo móvel. 

Essa é uma plataforma totalmente personalizável, em constante atualização para atender a todas as mudanças do mercado de meios de pagamento, a fim de garantir que a sua empresa trabalhe sempre com métodos de recebimento de valores mais modernos e atuais, que vão ao encontro das necessidades e preferências dos consumidores.

Além disso, sua gestão financeira é aprimorada, visto que as transações são liquidadas diretamente na sua conta digital, sem qualquer custo adicional para a execução desse processo.

Quer saber em detalhes como o Zoop Payments funciona? Basta entrar em contato agora mesmo com um dos nossos especialistas.

Zoop. Tecnologia para os serviços financeiros do futuro.

Avalie este post
Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo