Mercado

Market Share de adquirentes: como está esse mercado?

Publicado em 01 de abril de 2022 por Redação Zoop
Avalie este post

Market Share de adquirentes é a expressão utilizada para identificar a fatia de participação de mercado das empresas atuantes nesse setor

Ou seja, esse conceito considera a quota de atuação desses negócios, a qual é apontada com base em critérios como os valores gerados com a prestação dos seus serviços.

A proposta do Market Share também é mensurar quanto determinado produto está crescendo, o que ajuda a apontar tendências e novos padrões de comportamentos do público que o consome.

No que se refere ao Market Share de adquirente, especificamente, a proposta é analisar como está sendo a forma de atuação dessas companhias, quais estão se destacando, como está a adesão dos clientes e outros pontos relacionados.

Não é segredo para ninguém que o mercado de adquirência no Brasil conta com líderes que se mantém, mesmo com o passar dos anos, em posição de destaque. 

Porém, além dessas que são nativas do setor, outras empresas também passaram a oferecer esse tipo de serviço, graças à chegada das fintechs as a service, que facilitaram a entrada no segmento mesmo de companhias que têm outro core business.

Com isso, a pergunta que fica é: como está o Market Share de adquirentes por aqui? É sobre isso que vamos falar neste post. Continue a leitura e confira!

Como está o Market Share de adquirentes?

Dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, a Abecs, divulgados no site Poder 360, revelaram que os três maiores players do mercado de máquinas de cartões tiveram, juntos, um aumento de 20,8% no faturamento no primeiro semestre de 2021, comparado ao mesmo período do ano anterior.

Ainda segundo a Abecs, na mesma publicação, já são mais de 20 empresas de maquininhas de cartão no Brasil, e mais de 11 milhões de equipamentos distribuídos por todo o país.

A “novidade”, no entanto, é que o Market Share de adquirentes não está mais limitado a esses players. Cada vez mais, novas companhias entram nesse mercado, seja para atuarem como adquirentes ou subadquirentes, e isso independe do seu setor de origem.

Por exemplo, o iFood, empresa líder em delivery de alimentos, há tempos criou as suas próprias soluções de pagamento.

Um dos primeiros produtos que ofereceu aos seus parceiros de negócio, inclusive, foi a oferta de máquinas de cartões próprias. Isso contribui para resolver uma das maiores dores dos donos de estabelecimentos comerciais e entregadores cadastrados na plataforma, que era a logística de entrega.

Em parceria com a Zoop, o iFood lançou os seus próprios equipamentos de cobrança presencial, o que também colaborou para aprimorar o split de pagamentos, que é a divisão de valores entre os envolvidos em uma venda.

Hoje, a empresa conta com outros produtos financeiros, a exemplo da conta digital própria da marca, o que a posiciona como o banco dos restaurantes!

Dica extra! Confira, em detalhes, como o iFood desenvolveu as soluções de pagamento da marca baixando este e-book exclusivo!

case-ifood

 

Quais as consequências de mais empresas estarem se tornando adquirentes e subadquirentes?

O que queríamos dizer com a explicação anterior é que o Market Share de adquirentes está mudando, a olhos vistos, graças a chegada de novas empresas que não são nativas desse setor.

Uma das tendências de ter um número maior de companhias operando nesse segmento é que, com o aumento da concorrência, os valores das taxas mudem.

Para atrair clientes, os adquirentes e subadquirentes precisarão adotar novas estratégias, e uma delas pode ser tornar as suas tarifas mais competitivas.

Além disso, é preciso considerar que muitas atuam em nichos, como é o caso do iFood. A vantagem aqui é que a empresa compreende bem as necessidades, dores e expectativas dos seus parceiros de negócio. 

Com isso, têm a chance de oferecer soluções de pagamento mais pontuais que os atendam melhor, diferentemente daquelas que são mais genéricas. 

Como aumentar o Market Share no mercado de adquirentes?

Ainda considerando o aumento da concorrência, o que uma companhia precisa fazer para se destacar no Market Share de adquirentes e subadquirentes? Algumas das opções de abordagem são:

  • direcionar esforços para segmentos menos explorados;
  • estreitar o relacionamento com os clientes conquistados, a fim de evitar que migrem para concorrentes;
  • rever as suas taxas, tarifas, e demais condições contratuais;
  • agregar outros produtos e serviços financeiros ao seu portfólio.

O que é preciso para entrar nesse mercado?

Como dissemos, mesmo que a sua empresa não faça parte desse mercado, é totalmente possível se tornar um adquirente ou subadquirente, como fez o iFood.

Existem diferentes maneiras de gerar receita extra para a sua empresa com um serviço desse tipo, tais como:

  • cobrando taxas de vendas por cada transação realizada;
  • cobrando aluguel pelo aluguel das máquinas de cartão;
  • oferecendo antecipação de recebíveis aos seus clientes.

 

Neste momento você deve estar se perguntando: “Mas como fazer isso se eu não entendo nada de meios de pagamento ou tecnologia para essa área?” A resposta é simples: com soluções como as oferecidas pela Zoop.

A Zoop, fintech líder em tecnologia para serviços financeiros, conta com uma plataforma White Label de pagamentos completa. Você pode usufruir de todos os nossos recursos para criar produtos e serviços financeiros que levarão a marca do seu negócio.

Livre de barreiras regulatórias, e com custo de desenvolvimento reduzido, é possível agregar novas soluções ao seu portfólio. Essa estratégia ajuda a elevar o seu faturamento, aumentar o nível de credibilidade junto aos seus clientes, e destacar a sua empresa dos concorrentes.

Companhias de qualquer ramo de atuação, que contam com uma rede de consumidores, parceiros, sellers e/ou fornecedores, podem usar as nossas soluções voltadas para pagamentos presenciais e pagamentos virtuais.

Pix, boleto bancário, maquininhas de cartão para recebimento de valores via crédito, débito e voucher, pagamentos recorrentes, conta digital, cartão pré-pago são apenas alguns exemplos.

Quer mais detalhes de como tudo isso é possível? Então entre agora mesmo em contato com um dos nossos especialistas.

Zoop, tecnologia para serviços financeiros do futuro.

Avalie este post
Diga como podemos lhe ajudar!
Avalie o artigo